- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal As negociações difíceis que ainda esperam a esquerda

As negociações difíceis que ainda esperam a esquerda

DN

A Lei de Bases da Saúde, leis laborais e habitação ainda são alguns dos dossiês em aberto à esquerda no Parlamento. Agora é que vem a crise a sério, ironiza o deputado do BE Luís Monteiro. O PS pode procurar entendimentos com o PSD se a legislatura não for entretanto interrompida.

Quem ouvisse o tom ríspido entre António Costa e Catarina Martins no último debate quinzenal, na passada quinta-feira no Parlamento, estava longe de imaginar que seria por causa dos professores que uma crise política se precipitaria. A contagem integral do tempo dos professores nem foi tema de debate nesse plenário.

Horas depois do debate, foi uma traquitana diferente aquela que fez o primeiro-ministro socialista esticar a corda e ameaçar com uma demissão se a lei passar no Parlamento. Entretanto, PSD e CDS recuaram e fazem agora depender a reposição integral do tempo dos docentes de duas condições difíceis de aceitar pela esquerda do PS: a sustentabilidade financeira e o crescimento económico. E nem o desafio de Mário Nogueira, secretário-geral da Fenprof, para bloquistas e comunistas se absterem convenceu estes dois partidos. O BE já recusou, o PCP também.

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: Indústria farmacêutica considera “razoável” vacina custar entre 5 e 15 euros

A indústria farmacêutica considera que o preço de cada dose da vacina da covid-19 deve situar-se entre os cinco e os 15 euros, o...
- Publicidade -

Corrupção tende a aumentar em Moçambique

A Procuradoria-Geral da República (PGR), acusou 340 casos de corrupção, nos primeiros seis meses de 2020, mais de metade dos processos de todo o...

Dois angolanos no Top 10 da indústria espacial africana

Bevânia Martins e Marco Romero são dois dos dez melhores jovens da indústria espacial africana. Integram o “Top 10 Under-30”, uma iniciativa da empresa...

Irão contra Iraque: A guerra de mártires que levou dois países à devastação

Em 22 de Setembro, é comemorado o 40º aniversário do início da Guerra Irão-Iraque. Este conflito sangrento estendeu-se por oito longos anos, levando centenas...

Notícias relacionadas

Covid-19: Indústria farmacêutica considera “razoável” vacina custar entre 5 e 15 euros

A indústria farmacêutica considera que o preço de cada dose da vacina da covid-19 deve situar-se entre os cinco e os 15 euros, o...

Corrupção tende a aumentar em Moçambique

A Procuradoria-Geral da República (PGR), acusou 340 casos de corrupção, nos primeiros seis meses de 2020, mais de metade dos processos de todo o...

Dois angolanos no Top 10 da indústria espacial africana

Bevânia Martins e Marco Romero são dois dos dez melhores jovens da indústria espacial africana. Integram o “Top 10 Under-30”, uma iniciativa da empresa...

Irão contra Iraque: A guerra de mártires que levou dois países à devastação

Em 22 de Setembro, é comemorado o 40º aniversário do início da Guerra Irão-Iraque. Este conflito sangrento estendeu-se por oito longos anos, levando centenas...

“Braço direito” de João Lourenço teria enriquecido com contratos públicos, diz emissora

Reportagem da portuguesa tvi24 afirma que Governo angolano tem contratado empresa do chefe de Gabinete Edeltrudes Costa para prestar serviços. Costa teria construído fortuna...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.