Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Visitas de americanos a Cuba crescem apesar de tensões com Trump

(AFP/Arquivos / ADALBERTO ROQUE) Imagem de 2 de maio de 2016 de cruzeiro parado em Cuba

As visitas dos EUA a Cuba aumentaram em 93% no primeiro trimestre deste ano, apesar das difíceis relações da ilha com o governo do presidente Donald Trump, informou Michel Bernal, diretor comercial do Ministério do Turismo de Cuba (Mintur), citado pelo jornal oficial Granma.

De acordo AFP, os americanos continuam ocupando o segundo lugar no mercado emissor para Cuba, atrás somente do Canadá, com um total de 257.500 visitantes no primeiro trimestre do ano, um crescimento de 93,5% em relação ao mesmo período de 2018, relatou Bernal”.

Destes, 55% chegaram por navios de cruzeiro, modalidade que continua a subir e cresceu 48% este ano, acrescentou. O Canadá continua em primeiro lugar no ranking, com um crescimento de 3% e 624.530 visitantes.

“Apesar das campanhas difamatórias contra Cuba, 13,5% dos turistas que nos visitam afirmam ter escolhido a ilha para sua segurança”, acrescentou Bernal.

Até Abril de 2019, Cuba atingiu um crescimento de 7% na chegada de visitantes internacionais, o que representa 1.930.000 viajantes.

O turismo é a segunda actividade económica da ilha após a exportação de serviços médicos.

Bernal lembrou que “Cuba continua a ser o único país do mundo onde cidadãos americanos não podem fazer turismo livremente, apenas por meio de uma das 12 licenças autorizadas”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »