- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Comité Central da Frelimo reúne-se a partir de hoje

Comité Central da Frelimo reúne-se a partir de hoje

DN |Lusa

O Comité Central da Frelimo, partido no poder, reúne-se a partir de hoje na província de Maputo, para avaliar o grau de preparação para as eleições gerais de 15 outubro.

Além de avaliar o nível de preparação das eleições gerais de 15 de outubro, o Comité Central vai debater e aprovar os relatórios dos vários órgãos de direção da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo).

Fonte do partido disse à Lusa que o encontro, que encerra no domingo, vai igualmente reiterar o apoio à candidatura de Filipe Nyusi a um novo mandato na Presidência da República nas eleições gerais de 15 de outubro.

As organizações filiadas à Frelimo anunciaram publicamente esta semana que vão apoiar Nyusi para um novo mandato na Ponta Vermelha, residência oficial do chefe de Estado.

O endosso do partido a um novo mandato para o actual chefe de Estado já tinha sido feito pelo 11.º congresso da Frelimo realizado em 2017.

Apesar de não constar da agenda oficial do encontro, o processo disciplinar instaurado contra Samora Machel Júnior, filho do primeiro Presidente moçambicano e segundo presidente na história da Frelimo, Samora Machel, poderá ensombrar o encontro, como disseram analistas ouvidos pela Lusa.

“O presidente do partido [Filipe Nyusi] não vai sossegado ao Comité Central, não vai despreocupado, porque a sua autoridade tem sido severamente desafiada por Samora Machel Júnior”, disse à Lusa Juma Aiuba, analista político residente na cidade de Nampula, norte do país.

O filho do primeiro Presidente moçambicano acusou Filipe Nyusi de violar os estatutos da Frelimo, exigindo que seja aberto um processo disciplinar ao presidente do partido.

O diferendo entre Filipe Nyusi e Samora Machel Júnior agudizou-se com a decisão da direção da Frelimo de instaurar um processo disciplinar ao filho do falecido Presidente moçambicano Samora Machel, depois de o político ter decidido concorrer à presidência do município de Maputo, contrariando a decisão do partido de candidatar Eneas Comiche, que venceu a eleição.

- Publicidade -
- Publicidade -

África do Sul: Portuguesa morre no hospital após ser agredida em assalto na sua residência

Uma portuguesa de 63 anos foi violentamente agredida num assalto à mão armada à sua residência no norte do KwaZulu-Natal, África do Sul, acabando...
- Publicidade -

Chefe de Estado discursa hoje na ONU

O Presidente da República discursa, hoje, no debate geral da 75ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, que, pela primeira vez, decorre em videoconferência,...

Karaté: Benguela aposta na formação de instrutores

A formação e capacitação contínua de instrutores e árbitros é a prioridade do plano de acção da Associação Provincial de Karaté-dó de Benguela, para...

Rússia concluirá registo de 2ª vacina contra COVID-19 até 15 de Outubro

O Rospotrebnadzor revelou no começo de Setembro que todos os voluntários da primeira etapa de testes clínicos da vacina contra COVID-19 desenvolvidos pelo centro...

Notícias relacionadas

África do Sul: Portuguesa morre no hospital após ser agredida em assalto na sua residência

Uma portuguesa de 63 anos foi violentamente agredida num assalto à mão armada à sua residência no norte do KwaZulu-Natal, África do Sul, acabando...

Chefe de Estado discursa hoje na ONU

O Presidente da República discursa, hoje, no debate geral da 75ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, que, pela primeira vez, decorre em videoconferência,...

Karaté: Benguela aposta na formação de instrutores

A formação e capacitação contínua de instrutores e árbitros é a prioridade do plano de acção da Associação Provincial de Karaté-dó de Benguela, para...

Rússia concluirá registo de 2ª vacina contra COVID-19 até 15 de Outubro

O Rospotrebnadzor revelou no começo de Setembro que todos os voluntários da primeira etapa de testes clínicos da vacina contra COVID-19 desenvolvidos pelo centro...

CIP considera discriminatório o acordo de segurança entre Moçambique e Total

O CIP, Centro de Integridade Pública, qualificou de "discriminatório" o memorando de entendimento assinado no passado dia 24 de Agosto entre o governo moçambicano...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.