Portal de Angola
Informação ao minuto

Lopito Feijó lança “Experimentais poéticos”

Lopito Feijó (DR)

No dia 9 de Maio de 2019 (5ª feira) pelas 18H30, no CAMÕES/CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS (Av. de Portugal nº50), será lançada a obra mais recente de poesia de J. A. S. LOPITO FEIJÓO K. “EXPERIMENTAIS POÉPICOS”, editada pela “Editora das Letras”. A apresentação estará a cargo do escritor e poeta, Luís Rosa Lopes e da Jornalista, Luísa Rogeiro.

Segundo Fernando Aguiar, que fez o Prefácio da obra, “Falar de EXPERIMENTAIS POÉPICOS é abordar uma obra complexa, de múltiplas vertentes e variados ritmos que o livro convoca, à medida que é lido. No aspecto formal, é escrito através de poesia verbal, verbo-experimental, experimental ou prosa poética, recorrendo Lopito Feijóo K.

à configuração expressiva que mais se adequa ao que pretende transmitir, sem a preocupação de uma conceptualidade estilística pré-definida. O que potencia a já de si complexa riqueza temática e expressiva desta significativa colectânea de poemas.

O primeiro conjunto, intitulado “Das Simples Imaginações”, perspectiva criticamente uma série de “sapiências” direccionadas para o futuro, para uma visão que poderá ser Angola, dos destinos das suas gentes, das suas políticas, de um país numa conjuntura de transição.

Prossegue, no segundo grupo de textos, com a sabedoria do presente, onde descreve quadros da realidade que emerge a cada instante, por vezes paradoxal, para concluir num passado que se revela como uma âncora, como chão, território onde germina uma poética do real, do social, da perspectiva activista, num círculo virtuoso da criatividade doutrinária e polissémica do poeta”.

(…) A recorrente decepção com os políticos e a sua prática, que Lopito conhece bem, manifesta-se noutra “Imaginação” (do crítico e do político). A política que se torna, então, uma constante, perpassando recorrentemente pelo corpo do livro, por vezes de forma irrefutável, como atrás descrito, outras com a subtileza de uma raiz que se estende, subterrânea e inexorável, rizoma que contamina as palavras, as ideias e o discurso”.

Em EXPERIMENTAIS POÉPICOS, o Autor reafirma a sua versatilidade, como criador literário, transpondo códigos e linguagens, através de um processo de desconstrução, construção e reconstrução significante. LOPITO FEIJÓO é considerado, por alguns, como um herdeiro directo e dilecto, não apenas do modernismo e tradição vanguardista, mas também do romantismo rebelde, apaixonado e revolucionário. O poeta cultiva o verso livre, afirmando, assim, a sua liberdade enquanto criador.

(Nota enviada ao Portal de Angola com pedido de publicação)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »