Radio Calema
InicioCulturaMúsicaEvolução da música angolana ligada à matriz de Liceu Vieira Dias

Evolução da música angolana ligada à matriz de Liceu Vieira Dias

Angop

A evolução na música angolana moderna urbana está ligada a uma matriz criada por Liceu Vieira Dias, cuja sonoridade é encontrada em grande parte das canções dos artistas da nova geração afirmou hoje, quinta-feira, em Luanda, o cantor e compositor Kizua Gourgel.

Ao falar num encontro, enquadrado da semana de homenagem ao Liceu Vieira Dias e ao grupo N’gola Ritmos, realçou que Liceu Vieira Dias foi uma figura ímpar e inspiradora no seio artístico.

Considerou Liceu Vieira Dias um exímio tocador de viola, compositor genial e nacionalista convicto, que passava nas suas canções mensagens para despertar a consciência dos angolanos para lutarem pela independência do país.

Fez saber que Liceu Vieira Dias deixou um legado artístico rico, com músicas conhecidas e desconhecidas, bem como é exemplo a seguir pelas novas gerações devido à sua verticalidade, ética, integridade e firmeza, entre outras qualidades humanas.

Por sua vez, o director do Centro de Estudos Africanos (CEA) da Universidade Católica de Angola (UCAN), Nelson Pestana, disse que o encontro tem o objectivo de fazer-se um exercício crítico sobre a obra, história, legado intelectual, musical e político do nacionalismo moderno de Liceu Vieira Dias, em particular do grupo N’gola Ritmos.

Espera que o encontro produza depoimentos, exercício crítico em relação à música de Liceu Vieira Dias, maior divulgação do seu legado, entre outros factos históricos.

A semana para homenagear o “pai da música popular angolana, Liceu Vieira Dias, é uma iniciativa do Centro de Estudos Africanos (CEA) e da Universidade Católica de Angola (UCAN), que teve início quarta-feira (01), em Luanda.

Liceu Vieira Dias foi um dos fundadores da banda N’gola Ritmos, foi um inovador musical. Numa base de violas acústicas, introduziu a dikanza e as ng’omas (tambores de conga) o seu som tornou-se popular na década de 1950, nas áreas urbanas, onde a audiência é favorável à sua mensagem politizada e aos primeiros pensamentos nacionalistas.

Foi também um dos fundadores do MPLA e esteve preso durante mais de dez no campo de concentração de Tarrafal, em Cabo Verde.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.