- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Entrada em vigor reforço das sanções americanas contra o Irão

Entrada em vigor reforço das sanções americanas contra o Irão

RFI | Liliana Henriques

Entrou hoje em vigor o reforço das sanções dos Estados Unidos sobre o sector petrolífero iraniano. Até agora isentos de sanções, oito países entre os quais a China, o Japão, a Coreia do Sul ou ainda a Turquia passam agora, à semelhança do resto do mundo, a ser abrangidos pelas sanções americanas, o objectivo de Trump sendo acabar por completo com a principal fonte de receitas do Irão.

Embora ainda ontem o Presidente Rohani tenha avisado que Washington não iria atingir o seu objectivo, referindo que o seu país tem meios de exportar o seu ouro negro, ele também admitiu que os Iranianos iriam ter um ano difícil.

O facto é que em termos económicos, desde que os Estados Unidos anunciaram em Maio de 2018 a sua decisão de sair do acordo nuclear com Teerão, a moeda iraniana perdeu logo nessa altura 60% do seu valor, sendo que nos últimos dias perdeu mais 5%. Paralelamente, o preço dos bens de consumo aumentou fortemente e, há dias, informações veiculadas por agências noticiosas de que o preço do combustível poderia aumentar e que inclusivamente a sua aquisição poderia ser condicionada provocou uma onda de pânico, apesar dos desmentidos do governo.

Perante este novo apertar do cerco americano hoje em torno de Teerão, o secretário-geral da OPEP, Mohammed Barkindo declarou que esta organização está determinada em evitar “uma crise energética mundial” e a “permanecer unida”. Tal não é contudo a convicção do ministro iraniano do petróleo que tornou ontem a lançar um dedo acusador sobre países que tal como o Irão são membros da OPEP, o Iraque e a Arábia Saudita, por terem declarado poder aumentar rapidamente a sua produção para compensar a eventual diminuição da oferta iraniana.

- Publicidade -
- Publicidade -

Inapem e BODIVA juntam-se para ajudar empresas a obter financiamentos

A Bolsa de Divida e Valores de Angola (Bodiva) e o Instituto de Nacional de Pequenas e Medias Empresas (Inapem) celebraram um protocolo que...
- Publicidade -

Covid-19: Angolanos na África do Sul lançam “grito” de socorro

Centenas de cidadãos angolanos retidos na África do Sul por força da pandemia do coronavírus voltaram a lançar, nesta quinta-feira, um pedido para o...

Moçambique e África Sul reabrem fronteiras

O presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Agostinho Vuma, acredita que a reabertura das fronteiras entre Moçambique e África do Sul, prevista...

Criada Biblioteca Escolar na Orquestra Camunga

A iniciativa “Um Livro Uma criança Muitas Leituras” criou, na sexta feira, a Biblioteca Escolar da Orquestra Sinfónica Camunga, na Samba, Luanda, com a...

Notícias relacionadas

Inapem e BODIVA juntam-se para ajudar empresas a obter financiamentos

A Bolsa de Divida e Valores de Angola (Bodiva) e o Instituto de Nacional de Pequenas e Medias Empresas (Inapem) celebraram um protocolo que...

Covid-19: Angolanos na África do Sul lançam “grito” de socorro

Centenas de cidadãos angolanos retidos na África do Sul por força da pandemia do coronavírus voltaram a lançar, nesta quinta-feira, um pedido para o...

Moçambique e África Sul reabrem fronteiras

O presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Agostinho Vuma, acredita que a reabertura das fronteiras entre Moçambique e África do Sul, prevista...

Criada Biblioteca Escolar na Orquestra Camunga

A iniciativa “Um Livro Uma criança Muitas Leituras” criou, na sexta feira, a Biblioteca Escolar da Orquestra Sinfónica Camunga, na Samba, Luanda, com a...

Migrantes ilegais fogem de quartel em Tavira

Um grupo de 17 migrantes ilegais fugiu, durante a madrugada desta quinta-feira, do quartel do exército, em Tavira. Oito já foram capturados pelas autoridades, sendo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.