- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques JURA quer despartidarização dos órgãos do Estado

JURA quer despartidarização dos órgãos do Estado

A Juventude Unida Revolucionaria de Angola (JURA) quer ver os órgãos do Estado despartidarizados para permitir um atendimento imparcial ao público exigiu, nesta terça – feira, no Luena, a secretária provincial, Elizete Ngueve William.

A exigência, segundo a Angop, foi feita durante uma conferência de imprensa organizada pela organização juvenil da UNITA, onde a líder da JURA apontou o mau desempenho do Gabinete Provincial da Juventude e Desportos local, como fruto da acumulação das tarefas.

A dirigente política justificou que no princípio deste ano, o referido gabinete procedeu de forma parcial, por ter excluído os membros da sua organização no processo de concessão de crédito para agricultores e jovens empreendedores.

Acusou, por outro lado, a direcção do mesmo gabinete de ter negado o pedido da JURA de realizar uma conferência de imprensa na casa da juventude da cidade do Luena.

Caracterizou a atitude do gabinete da juventude e desportos em ter cometido actos de falta de comunicação e descriminação contra os jovens enquadrados nas fileiras da JURA.

Neste sentido apelou os funcionários das instituições estatais a actuarem com respeito e honra, por constituírem locais de atendimento público, onde o papel do exercício da cidadania deve se ter em conta.

Condenou também certos actos de intolerância política registados um pouco por toda a província, mormente, nos estabelecimentos de ensino.

Na ocasião, reprovou a forma como são feitas as nomeações no sector da educação, que opta pela convicção de militância partidária, ao invés da competência profissional, infringindo o número (1) do artigo 81º da Constituição da República de Angola.

Em resposta, o director provincial do gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desporto, Constantino Satchamuaha, disse que o seu sector no referido período, jamais solicitou lista de jovens para a cedência de créditos.

O responsável negou igualmente, ter recebido algum pedido da JURA para o uso da sala de conferências da casa da juventude da cidade do Luena.

Presumiu que esse pedido tenha sido dirigido ao Conselho Provincial da Juventude (CPJ).

Por sua vez, o secretário executivo do CPJ, Augusto Mendes Mulau, reconheceu ter existido tal possibilidade, mas que, havia abrangido membros das diferentes organizações políticas, sociais, filantrópicas, entre outros jovens empreendedores interessados.

A propósito, o secretário executivo do CPJ disse ter contactado pessoalmente a direcção da JURA para o efeito, sem sucesso.

- Publicidade -
- Publicidade -

Que terceiro Presidente queremos?

Quando, há três anos, assistimos à primeira grande transição geracional do poder em Angola, para trás a história registava a passagem por aqui de...
- Publicidade -

Caso São Vicente: PGR confia na recuperação do dinheiro e admite ouvir personalidades da Sonangol

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola assegura que tudo está a fazer para recuperar os 900 milhões de dólares congelados na conta...

Ministério Público quer agravar pena de prisão a “Zénu” dos Santos e co-acusados

O Tribunal Supremo (TS) de Angola terá que decidir se vai agravar ou aliviar as sentenças impostas aos acusados no “processo dos 500 milhões”. O...

Sociedade civil e partidos extra-parlamentares estão “vigilantes” com a criação da frente patriótica

O Ex-secretário Executivo do Comité Intereclesial para a Paz em Angola (COIEPA), reverendo Ntony Njnga, felicitou a iniciativa de se criar uma Frente Patriótica...

Notícias relacionadas

Que terceiro Presidente queremos?

Quando, há três anos, assistimos à primeira grande transição geracional do poder em Angola, para trás a história registava a passagem por aqui de...

Caso São Vicente: PGR confia na recuperação do dinheiro e admite ouvir personalidades da Sonangol

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola assegura que tudo está a fazer para recuperar os 900 milhões de dólares congelados na conta...

Ministério Público quer agravar pena de prisão a “Zénu” dos Santos e co-acusados

O Tribunal Supremo (TS) de Angola terá que decidir se vai agravar ou aliviar as sentenças impostas aos acusados no “processo dos 500 milhões”. O...

Sociedade civil e partidos extra-parlamentares estão “vigilantes” com a criação da frente patriótica

O Ex-secretário Executivo do Comité Intereclesial para a Paz em Angola (COIEPA), reverendo Ntony Njnga, felicitou a iniciativa de se criar uma Frente Patriótica...

EUA contrabandeiam petróleo para fora da Síria durante a noite em 35 camiões-cisterna, diz mídia

A região do nordeste da Síria contém a maior parte das reservas de petróleo do país e é também o território onde a maioria...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.