Portal de Angola
Informação ao minuto

Enviado especial da ONU pede recursos urgentes para imigração venezuelana

Pessoas na fila para receber auxílio da Cruz Vermelha em Caracas, Venezuela, em 16 de Abril de 2019 (AFP/Arquivos / Matias Delacroix)

O enviado especial da ONU para os refugiados e migrantes venezuelanos, Eduardo Stein, pediu nesta quinta-feira recursos urgentes para atender o êxodo de pessoas que fogem da crise da Venezuela para outros países latino-americanos.

“A região não estava preparada para uma crise dessas dimensões (…), portanto é necessário, com toda a urgência, uma cooperação internacional maior do que a que estamos recebendo”, disse Stein, citado pela AFP, em uma declaração à imprensa em Bogotá.

O representante especial conjunto do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e da Organização Internacional para as Migrações (OIM) garantiu que os recursos da cooperação internacional e dos países receptores são insuficientes para enfrentar a magnitude do êxodo.

“O dinheiro que pudemos recolher dos doadores (…) poderá parecer, para outras crises parecidas, uma grande quantidade de dinheiro, mas para o tamanho desta crise é insuficiente”, explicou ao fim de uma reunião com o chanceler colombiano, Carlos Holmes Trujillo.

O ex-vice-presidente guatemalteco garantiu que recolheu apenas 20% dos 738 milhões de dólares aprovados em Dezembro em Genebra destinados a distintas agências das Nações Unidas encarregadas de fazer frente à onda migratória.

Stein afirmou que diariamente cerca de 5.000 venezuelanos abandonam seu país, então se prevê que até o fim de 2019 cinco milhões de pessoas tenham deixado a Venezuela nos últimos anos. Até agora, quase três milhões de venezuelanos deixaram seu país desde 2015, segundo a ONU.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »