- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Angola assina acordos com Cabo verde para reforçar sector marítimo

Angola assina acordos com Cabo verde para reforçar sector marítimo

Angop

O Instituto Marítimo e Portuário de Angola (Impa) e o de Cabo Verde assinaram hoje um acordo de cooperação para a implementação das convenções e regulamentos marítimos internacionais que vão garantir a segurança e protecção na actividade marítima do País.

De igual modo, um outro memorando de entendimento foi assinado entre o Impa e a Faculdade de Engenharia e Ciências do Mar da Universidade de Cabo Verde (FECM), que visa reforçar as capacidades no processo de formação, estágio, certificação de competência e qualificação dos técnicos marítimos angolanos.

Os acordos, que visam colocar Angola na lista branca da Organização Marítima Internacional (IMO), foram rubricados da parte de Angola pelo director geral do Impa, Manuel Nazareth Neto, e de Cabo Verde, pelo Presidente do Conselho de Administração do Instituto Marítimo e Portuário e pelo Presidente da Comissão de Gestão da FECM, Joana de Carvalho e João Duarte, respectivamente.

A parceria vai, igualmente, promover e apoiar a cooperação técnica baseada no benefício mútuo e com o propósito de fortalecer as relações na área de administração marítima dos dois países.

As partes manifestaram, pelo presente, a intenção de criar um programa de cooperação visando favorecer as parcerias entre as respectivas administrações marítimas.

Depois da assinatura dos protocolos, o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, disse tratar-se de um diploma importante, por permitir o tratamento de medidas e acções que vão contribuir nas receitas fiscais e beneficiar a população com a redução dos custos de transporte de mercadorias.

Ao se referir ao segundo acordo entre o Impa e o FECM, disse ser vantajoso para o País, tendo justificado que vai aumentar as competências dos técnicos marítimos nacionais, através da experiência de Cabo Verde, que integra a lista branca da IMO desde 2003.

- Publicidade -
- Publicidade -

“Não há garantia de que uma única vacina em desenvolvimento funcione”

O director-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) fez há instantes uma conferência de imprensa onde sublinhou a importância da instituição no combate a...
- Publicidade -

As chaves para um Sahel pacífico

O Dia Mundial da Paz deve ser um dia que inspira esperança aos sahelianos, e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) está...

Desvendada a causa da misteriosa morte de 300 elefantes no Botswana

Uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botswana em meados deste ano, anunciou hoje o Governo. Acausa da...

Guiné Equatorial exige reformas na ONU e critica primazia do poder

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, pediu hoje a renovação e modernização do sistema da Organização das Nações Unidas (ONU), tecendo...

Notícias relacionadas

“Não há garantia de que uma única vacina em desenvolvimento funcione”

O director-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) fez há instantes uma conferência de imprensa onde sublinhou a importância da instituição no combate a...

As chaves para um Sahel pacífico

O Dia Mundial da Paz deve ser um dia que inspira esperança aos sahelianos, e o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) está...

Desvendada a causa da misteriosa morte de 300 elefantes no Botswana

Uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botswana em meados deste ano, anunciou hoje o Governo. Acausa da...

Guiné Equatorial exige reformas na ONU e critica primazia do poder

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, pediu hoje a renovação e modernização do sistema da Organização das Nações Unidas (ONU), tecendo...

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.