Portal de Angola
Informação ao minuto

Mercado da Língua Portuguesa em Cascais

(Foto enviada pela fonte)

De 3 a 5 de maio todos os caminhos vão dar ao Mercado da Língua Portuguesa, no Mercado da Vila em Cascais. Homenagear a língua portuguesa e a união das várias culturas pelo mundo, divulgar o artesanato, a dança, a literatura, a música e os sabores de todos os continentes, é o objetivo principal do Mercado da Língua Portuguesa, numa iniciativa da UCCLA em parceria com a Câmara Municipal de Cascais.

A inauguração do mercado terá lugar no dia 3 de maio, às 18 horas, e contará com a presença de diversas personalidades representantes dos países de Angola, Brasil, Cabo Verde, Goa, Guiné-Bissau, China, Galiza, Macau, Malaca, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

No dia de abertura haverá ainda: Dança do Leão – Clube Kung Fu Hong Long (Macau); música por Djumbai Djazz (Guiné-Bissau); danças e músicas tradicionais Batucadeiras FinKa-Pé (Cabo Verde) e terminará com música de Piki Pereira (Timor-Leste).

O dia 4 de maio, sábado, será de muita música, dança, cor e animação. Da parte da manhã poderemos assistir à atuação de Gaitas de Foles pelos Gaiteiros da Xuventude de Galicia (Galiza) e Kung Fu pelo Clube Kung Fu Hong Long (Macau).

Durante a tarde, haverá música e dança para todos os gostos: Afro Mandinga por Mamadú Baio e convidados (Guiné-Bissau); Cante Alentejano pelo Grupo Coral os Vindimadores (Portugal); Semba e Kazucuta por Chalo Correia e os bailarinos Pawel & Marly (Angola); Guitarra Portuguesa por Carlos Sanches (Portugal); BOSSA & Outras Novas por Sílvia Nazário e Cláudio Kumar (Brasil); Fado com Filipa Maltieiro e David Ventura acompanhados à guitarra por Armando Figueiredo e Nuno Siqueira e à viola baixo por Luís Morais (Portugal); semba com Luiana Abrantes (Angola); coladeras, mornas e funaná por Zezé Barbosa (Cabo Verde) e terminará com dexa, rumba, socopé e outras músicas com Tonecas Prazeres (São Tomé e Príncipe).

Durante toda a tarde, e no intervalo das atuações, contaremos com a atuação dos Improvisos do Sul (Portugal).

O dia 5 de maio – data em que se assinala o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP – o destaque vai para a língua e a cultura dos diversos países.

O dia começará, pelas 11 horas, com uma atividade destinada aos mais novos e famílias, com uma “Viagem pela língua portuguesa”, na zona coberta do recinto. Ainda durante o período da manhã, poderemos assistir a dança e música pelo Grupo Evkat (Goa) e a Fado pelo Modus de Fado (Portugal).

Durante a tarde, e em dois períodos diferentes, haverá uma tertúlia literária moderada por José Fanha, com o tema “Os Falares da Língua Portuguesa: Um Contrabando de Afetos”. Às 14h30 contaremos com a participação de Celina Veiga de Oliveira (Macau), Emerson Sousa (Angola), Goretti Pina (São Tomé e Príncipe), Júlio Meirinhos (Portugal – mirandês), Maria Luísa Timóteo (Malaca), Tatiana Levy (Brasil) e Valentino Viegas (Goa). Às 17 horas, teremos a participação de Brais Fernández (Galiza), Fátima Guterres (Timor-Leste), Filinto Elíseo (Cabo Verde), Ricardo Araújo Pereira (Portugal), Sheila Khan (Moçambique) e Tony Tcheka (Guiné-Bissau).

E porque é Dia da Língua Portuguesa, iremos anunciar o vencedor da 4.ª edição do Prémio Literário UCCLA – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa, pelas 16h45.

A música, também, marcará presença neste dia com a atuação da Cultura Makonde por Malenga (Moçambique), às 16 horas, e a encerrar o Mercado da Língua Portuguesa estará a atuar Viva o Samba (Brasil), pelas 18h30.

Durante os três dias do Mercado da Língua Portuguesa haverá uma zona de stands de artesanato e gastronomia, uma zona de lazer com mesas e cadeiras para o público em geral.

(Nota enviada ao Portal de Angola com pedido de publicação)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »