Portal de Angola
Informação ao minuto

Doentes com Parkinson voltaram a andar com novo tratamento

(ANDREAS GEBERT / REUTERS)

Investigadores canadianos testam estimulação eléctrica da medula espinal com bons resultados.
Um tratamento com estimulação elétrica à medula espinal devolveu os movimentos a pacientes com Parkinson, numa experiência realizada na Universidade de Western em Ontário, Canadá, revela a BBC.

Segundo a Sic Notícias, cerca de 25% dos doentes com Parkinson têm dificuldade em andar à medida que a doença vai avançando, muitas vezes acabando mesmo por ficarem paralisados e caírem ao tentarem. Isto porque andar implica o cérebro enviar sinais para a perna fazer o movimento e receber um sinal de volta quando esse movimento está completo. Ora, na doença de Parkinson, esse sinal de retorno ao cérebro é cada vez mais ténue, o que provoca a paralisia e o doente não consegue andar.

Com a estimulação eléctrica, esse sinal foi amplificado, permitindo ao paciente andar normalmente.

Um tratamento que, para o professor Mandar Jog da Universidade de Western, trará grandes benefícios.

“A maioria dos nossos pacientes tem a doença há cerca de 15 anos e não consegue andar com confiança há já vários anos”, contou à BBC. “Para eles, que estavam confinados em casa, com receio de cair ao andar, poderem agora ir até ao supermercado e até de férias é extraordinário”.

A equipa ficou ainda surpreendida porque o tratamento com o estímulo eléctrico parece ter efeitos duradouros. Mesmo depois do fim das estimulações eléctricas, os pacientes continuam a conseguir andar.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »