Portal de Angola
Informação ao minuto

Mulheres são vítimas de “crimes de honra”

(DR)

Jornal de Angola | Osvaldo Gonçalves

A Human Rights Watch define como crimes de “honra” os actos de vingança, geralmente morte, cometidos por parentes directos do sexo masculino contra membros da família do sexo feminino, acusados de terem trazido desonra para a família.

Embora sejam raros os casos reportados hoje em dia, os homens também podem ser objecto de tais crimes, que diferem dos demais actos de violência doméstica ou de crimes passionais devido à sua natureza colectiva e ao planeamento prévio.

São, em geral, assuntos familiares, com as vítimas a serem mortas pela própria família ou também por multidões. Também se distinguem pela crueldade, já que muitas vítimas são torturadas, de modo a terem uma morte lenta e dolorosa. São conhecidos casos de violações colectivas, estrangulamentos, esfaqueamentos repetidos, lapidação, corte da garganta, ataques com ácidos, decapitação, queima e electrocussão.

Muitos assassinatos são realizados em público e na presença de crianças, como forma de aviso para outros indivíduos sobre as consequências que podem advir de qualquer acto ou comportamento “ilícito”. Os crimes de honra são hoje mais associados aos muçulmanos, embora também aconteçam entre os sikhs e os hindus, estes relacionados, sobretudo, ao sistema de castas.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »