Portal de Angola
Informação ao minuto

Polícia dispersa com violência protesto opositor após procissão na Nicarágua

Manifestantes contra o governo de Daniel Ortega com bandeira da Nicarágua em Manágua a 19 de Abril de 2019 (AFP / INTI OCON)

AFP

A polícia dispersou nesta sexta-feira com bombas e gases lacrimogéneos a manifestantes que aproveitaram a maciça procissão Sangue de Cristo para pedir a saída do presidente Daniel Ortega, um ano após o início dos protestos antigovernamentais.

Os opositores se uniram à procissão religiosa e chegaram ao átrio da catedral de Manágua gritando palavras de ordem contra o governo de Ortega, a quem culpam pela morte de mais de 300 nicaraguenses durante a repressão aos protestos no ano passado.

“Estamos pedindo a saída de Ortega, estamos cansados, já nos fartamos”, afirmou à AFP a estudante de engenharia María Alonso, durante a procissão.

Ao fim da actividade religiosa, os manifestantes se dirigiram a uma rua próxima à catedral para continuar protestando, mas foram reprimidos pela polícia.

Os opositores se defenderam lançando pedras e até foguetes artesanais, enquanto agitavam bandeiras do país.

A polícia afirmou em nota que “um grupo de pessoas armadas com pedras, morteiros e alguns com armas de fogo quis manipular a via crúcis” da Sexta-Feira Santa.

Já os opositores afirmaram que se uniram à procissão para lembrar o primeiro aniversário dos protestos antigoverno, já que as últimas marchas que tentaram organizar não foram autorizadas pela polícia.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »