- Publicidade-
InicioMundo LusófonoMoçambiqueAjuda humanitária consoante filiação partidária em Moçambique

Ajuda humanitária consoante filiação partidária em Moçambique

RFI | Orfeu Lisboa

Um mês depois da passagem do ciclone Idai que devastou a zona centro do país, o primeiro-ministro de Moçambique deslocou-se às zonas afectadas num contexto em que circulam com insistência informações dando conta do desvio da ajuda destinada aos sinistrados. O ciclone já provocou até aqui, pouco mais de 600 óbitos.

O desvio de alimentos para as vitimas do ciclone IDAI está a preocupar a organização da mulher moçambicana.

Mariazinha Niquice secretária geral da OMM de visita à província de Sofala no centro de Moçambique denunciou que a ajuda está a ser canalizada mediante filiação partidária e apelou a população a denunciar esta anomalia.

Por sua vez, o Primeiro ministro Carlos Agostinho do Rosário visitou áreas afectadas pelas calamidades naturais na província da Zambézia e garantiu apoios as populações que se queixam da falta de comida e insumos agricolas.

Enquanto isso, a comunidade internacional continua a fazer chegar a Moçambique ajuda para as vítimas do ciclone IDAI que fustigou a região centro do país em Março.

O ciclone já provocou até aqui, pouco mais de 600 óbitos e um enorme rastro de destruição em infraestruturas públicas e privadas incluindo estradas e pontes.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.