Portal de Angola
Informação ao minuto

PR acredita oito novos embaixadores

Presidente da República, João Lourenço, acredita embaixador da Venezuela, Marion Labrador (Pedro Parente)

Angop

Oito novos embaixadores foram acreditados esta quarta-feira, em Luanda, pelo Presidente da República, João Lourenço, formalizando a sua actuação como representantes diplomáticos dos respectivos países junto do Estado angolano.

Na cerimónia, que decorreu no Palácio Presidencial, foram acreditados quatro embaixadores residentes e igual número de não residentes.

Na condição de residentes, o Chefe de Estado angolano acreditou os embaixadores da China (Gong Tao), Mauritânia (Mohamed Mekhalle), República da Guiné (Edouard Thea) e da Venezuela (Marion Labrador).

No quadro dos não residentes formalizaram a sua actuação junto do Estado angolano os embaixadores de Omã (Mubarak Al-Zakwani), da Áustria (Johann Brieger), do Burkina Faso (Oumarou Maiga) e Chile (Francisco Hurtado).

Em declarações à imprensa, o novo embaixador da Venezuela em Angola, Marion Labrador, disse que os dois países têm uma parceria natural e sublinhou o facto de ambos integrarem a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

À semelhança do que Angola já fez, disse o diplomata, a Venezuela está a preparar-se para comercializar diamantes por via do processo Kimberley.

Trata-se de um processo estabelecido em 2003 para impedir que os “diamantes de conflito” entrem no mercado tradicional de diamantes brutos.

“Estamos a trabalhar para a troca de experiências, formação de quadros e cooperação técnica”, frisou.

Sobre a situação no seu país, que enfrenta uma crise política e social, o diplomata assegurou que está a ser ultrapassada e que o governo do Presidente Nicolas Maduro trabalha para superar os desafios económicos e sociais.

Disse que por via do diálogo, a Venezuela procura soluções para a crise que enfrenta.

A Venezuela tem a maior reserva de petróleo do mundo, estimada em 297,7 mil milhões de barris.

À par do embaixador da Venezuela, também prestou declarações à imprensa o representante do governo chinês em Angola, o embaixador Gong Tao.

Diplomata há 24 anos, Gong Tao considerou Angola um parceiro estratégico com o qual a China tem tido resultados positivos.

Gong Tao disse que o seu país acompanha com interesse o desempenho do Executivo angolano liderado pelo Presidente João Lourenço, tendo destacado a criação de um melhor ambiente de negócios e as iniciativas para atrair mais investimentos para o país.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »