Portal de Angola
Informação ao minuto

MAG desmina mais de 100 mil metros quadrados de terra no Luvuei

MOXICO: GESTOR TÉCNICO DAS OPERAÇÕES EM ANGOLA GRUPO CONSULTER DE MINAS(MAG), IAN TOPPING (FOTO: KINDA KYUNGU)

Angop

Cento e 48 mil e 656 metros quadrados de terra desminadas pelo Grupo Consultor de Minas (MAG), no período compreendido entre Julho de 2018 e Fevereiro deste ano, no bairro Kapuluta 1,comuna do Luvuei, foram entregues hoje (quarta -feira) à administração municipal dos Bundas.

No acto de entrega da área e assinatura do documento de conclusão da limpeza, o Gestor Técnico das Operações do MAG em Angola, Ian Topping, referiu que no espaço foram foram removidos e destruídos 280 minas anti- pessoal, 27 munições (AKM) e nove uxos.

Na ocasião, enalteceu o empenho dos 29 técnicos da sua organização que permitiram com que essa área se tornasse, a partir de agora, favorável para a prática da actividade agrícola.

O chefe de Ligação e Informação da Comissão Nacional Interministerial de Desminagem e Ajuda Humanitária (CNIDAH), Chile Chicanha, destacou o trabalho da organização pelo seu envolvimento na limpeza das áreas minadas existentes na região.

Lembrou que, no Moxico, foram identificadas 238 zonas com minas, nos municípios do Moxico (sede), Bundas, Luchazes, Alto Zambeze e Léua, necessitando apoio logístico, técnico e de transporte para a sua intervenção.

O administrador comunal do Luvuei, João Vitonda Kahiata, agradeceu a acção da MAG, que vai permitir o desenvolvimento em grande escala da actividade agrícola no bairro Kapuluta 1.

Para além do Grupo Consultor de Minas (MAG), no Moxico estão envolvidos na actividade de desminagem o Instituto Nacional de Desminagem (INAD), Repartição de Engenharia da 72º brigada das FAA da RML e da 7ª brigada militar da Casa de Segurança do Presidente da República.

Dados do CNIDAH referem que, em 2018, no Moxico foi desminada uma área de mais de nove milhões de metros quadrados de terra, mais de 7.710.153 metros quadrados em comparação com 2017.

No período em referência (2018), foram removidas e destruídas 576 minas anti-pessoais, 67 anti-tanque, mil e 473 projécteis e quatro mil e 63 munições diversas.

No período em análise, houve oito acidentes de minas, com igual número de vítimas, das quais uma pessoa faleceu.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »