Portal de Angola
Informação ao minuto

Dragão passa ‘final’ em Portimão e assume liderança provisória da I Liga

(DR)

Desporto ao Minuto

O FC Porto visitou e venceu o Portimonense (3-0), este sábado, em jogo da 29.ª jornada da I Liga. Os dragões assumem agora a liderança provisória do campeonato e ficam à espera daquilo que o rival Benfica vai fazer amanhã, domingo, na receção ao Vitória de Setúbal.

Yacine Brahimi (15’) e Moussa Marega (73’), Herrera (90’+3) foram os marcadores de serviço numa tarde em que o Portimonense deu muito trabalho a Casillas na primeira parte.

Filme do jogo

O jogo em Portimão contou com uma primeira parte interessante. Depois de uns primeiros dez minutos algo mornos, o FC Porto chegou à vantagem graças a uma arrancada de Moussa Marega que assistiu Yacine Brahimi (15’) para o golo inaugural da partida.

O golo motivou uma resposta do Portimonense que incomodou Casillas de forma regular até ao intervalo. Bruno Tabata e Lucas Fernandes eram os homens em maior destaque e por várias ocasiões obrigaram Casillas a aplicar-se para evitar o golo do empate.

Por seu turno Sérgio Conceição parecia pouco satisfeito pela forma como o FC Porto estava a gerir o encontro, nomeadamente no momento de definir as jogadas. Manafá até esteve mais ativo ofensivamente do que Alex Telles, mas o lateral contratado em janeiro quase sempre decidia mal no último passe.

Ainda antes do intervalo, Casillas voltou a ser decisivo a negar novamente o golo a Bruno Tabata.

A segunda parte registou um jogo bem menos interessante daquilo que se passou na primeira metade. Muita luta a meio campo e a bola longe das duas balizas. O espetáculo ficou assim mais pobre e o FC Porto pareceu estar confortável no jogo até… aos 73 minutos.

Alex Telles descobriu Marega no último terço do terreno e o avançado maliano não vacilou na cara de Ricardo Ferreira. Marega não marcava no campeonato há quatro meses, mas regressou aos golos na melhor altura da partida.

O FC Porto ainda chegou ao terceiro golo na partida por intermédio do capitão Héctor Herrera. O médio mexicano aproveitou uma defesa incompleta de Ricardo Ferreira, após um golpe de cabeça de Éder Militão e fechou as contas em Portimão.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »