Portal de Angola
Informação ao minuto

Embaixadora americana procura oportunidades de investimentos na Huíla

Nina Maria Fite visitou a Huíla e o Cunene esta semana (DR)

VOA | Teodoro Albano

Os Estados Unidos da América procuram oportunidades de investimento no interior de Angola foi a ideia que emergiu da visita recente da representante de Washington em Luanda, Nina Maria Fite, que nesta semana visitou a província da Huíla e encontrou-se com o governador da Huíla, Luís Nunes.

Fite disse que no quadro da parceria estratégica entre os dois países, chegou o tempo de se começar olhar para as potenciais áreas de investimento para as empresas norte-americanas fora da capital do país.

“Eu acho que já tivemos vários sucessos talvez mais ligados com Luanda, mas agora podemos fazer aqui nas províncias. Eu olho para esta visita como de a descoberta de oportunidades as potencialidades que existem cá no Lubango”, revelou Fite.

Para o governador da Huíla, Luís Nunes, a província definiu prioridades de investimento através de parcerias público-privadas a curto prazo que vão desde a “formação de quadros, electrificação rural, fomento da agro-indústria ao turismo”.

A infraestruturação dos polos industriais locais a médio prazo está igualmente na agenda da governação.

O economista Carlos Apapa vê com bons olhos o interesse americano em investir na região sul e destaca a agricultura e a agro-pecuária como sectores com potencialidades de aposta.

Carlos Apapa alerta no entanto que para os investimentos norte-americanos há desafios a ultrapassar no mercado da região.

“Há um conjunto daquilo que nós chamamos de custos de contexto que podem medir o investimento que podem retrair o investimento. Nós ainda temos grandes problemas com a água com a energia, enfim, infraestruturas primárias que podem sustentar estes investimentos ainda que ainda não dispomos. Se não criarmos essas condições que permitam assegurar os investidores que deem uma certa tranquilidade portanto ainda que hajam essas oportunidades mesmo assim não será possível atraí-los”, explicou Apapa.

A embaixadora americana também visitou a província do Cunene nesta semana.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »