- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Pelo menos cinco manifestantes mortos no Sudão

Pelo menos cinco manifestantes mortos no Sudão

O Comité Central de Médicos do Sudão, um sindicato opositor ao regime, denunciou hoje que pelo menos cinco pessoas morreram e dezenas de outras ficaram feridas durante as manifestações antigovernamentais que decorreram no sábado no país. A notícia está a ser avançada pela Lusa.

De acordo com esta agência de informação, entre as pessoas hospitalizadas há pelo menos dez com ferimentos de bala, refere o grupo médico num balanço divulgado sua página de Facebook, refere a agência EFE.

Milhares de manifestantes juntaram-se no sábado frente ao quartel-general do Exército do Sudão, em Cartum, num protesto contra o presidente do país, Omar al-Bashir, debaixo de contestação popular há três meses.

O Comité de Médicos do Sudão identificou pelo nome quatro dos cinco mortos e adianta que pelo menos um dos feridos está em coma por traumatismo e um outro encontra-se em estado grave após ser atropelado por um automóvel durante os protestos.

A manifestação de sábado foi convocada pela Aliança, o movimento que lidera a oposição ao presidente, coincidindo com o aniversário do levantamento popular de 06 de Abril de 1985 que levou à queda do então presidente Yafar al Nimeiri.

O actual presidente Omar al-Bashir, que chegou ao poder através de um golpe de Estado em 1989, enfrenta a maior onda de protestos desde que assumiu a presidência.

Os protestos iniciaram-se a 19 de Dezembro e, nas primeiras semanas, aconteciam todos os dias, mas foram perdendo força devido à repressão violenta e pela entrada em vigor, a 22 de Fevereiro, do estado de emergência, que permitiu o julgamento rápido de centenas de activistas.

A organização não-governamental Médicos para os Direitos Humanos (PHR, na sigla inglesa) na sexta-feira que as forças de segurança do Sudão mataram pelo menos 60 pessoas nos protestos que se prolongam há três meses no país.

- Publicidade -
- Publicidade -

Caso 900 milhões: Irene Neto, filha de Agostinho Neto, com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...
- Publicidade -

Sector da Cultura incentiva gosto pela literatura

O Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos de Luanda e a organização Clin Carlos procederam nesta quinta-feira ao lançamento de um torneio...

Cabo Verde: Apenas duas mulheres lideram listas nas “autárquicas” de Outubro

Em Cabo Verde, nas oitavas eleições autárquicas, de 25 de outubro, estão apenas garantidas duas listas encabeçadas por mulheres à Câmara Municipal. Na Praia capital,...

Turismo é sustentado por nacionais em cerca de 70 por cento

O turismo internacional em Angola tem sofrido uma retracção, quer em termos de solicitações, quer de receitas, segundo a revista do Programa de Apoio...

Notícias relacionadas

Caso 900 milhões: Irene Neto, filha de Agostinho Neto, com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...

Sector da Cultura incentiva gosto pela literatura

O Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos de Luanda e a organização Clin Carlos procederam nesta quinta-feira ao lançamento de um torneio...

Cabo Verde: Apenas duas mulheres lideram listas nas “autárquicas” de Outubro

Em Cabo Verde, nas oitavas eleições autárquicas, de 25 de outubro, estão apenas garantidas duas listas encabeçadas por mulheres à Câmara Municipal. Na Praia capital,...

Turismo é sustentado por nacionais em cerca de 70 por cento

O turismo internacional em Angola tem sofrido uma retracção, quer em termos de solicitações, quer de receitas, segundo a revista do Programa de Apoio...

Antártida é o único continente sem registo de qualquer caso

A Antártida é actualmente o único continente sem qualquer caso positivo do novo coronavírus, onde a população convive sem máscaras e assiste ao desenrolar...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.