Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

UE cogita prorrogação “flexível” de até 1 ano para o Brexit, diz autoridade

Reuters / por Jan Strupczewski

Manifestante anti-Brexit protesta em meio a bandeiras da UE em Londres 04/04/2019 (REUTERS/Henry Nicholls)

O presidente da cimeira de líderes da União Europeia, Donald Tusk, provavelmente oferecerá ao Reino Unido uma prorrogação flexível de até um ano para a data da saída do país da UE, com a possibilidade de uma partida mais cedo, disse uma autoridade de alto escalão do bloco.

A autoridade disse que a opção pode ser apresentada à primeira-ministra britânica, Theresa May, na cimeira da UE sobre o Brexit no dia 10 de abril em Bruxelas. Se May aceitar, o Reino Unido teria que realizar eleições para o Parlamento Europeu em maio, segundo a autoridade.

“A única saída sensata seria uma prorrogação longa, mas flexível”, disse o funcionário.

“Poderíamos dar ao Reino Unido uma prorrogação de um ano, encerrada automaticamente uma vez que o Acordo de Saída tenha sido aceite e ratificado pela Câmara dos Comuns”.

“E mesmo se isso não fosse possível, o Reino Unido ainda teria tempo suficiente para repensar sua estratégia do Brexit. Uma prorrogação curta, se possível, e uma longa se necessário. Parece ser um bom cenário para os dois lados, já que dá ao Reino Unido toda a flexibilidade necessária e evita a necessidade de se reunir a cada poucas semanas para voltar a debater prorrogações do Brexit”, disse.

A Comissão Europeia, que vem conduzindo as negociações da UE a respeito do Brexit com Londres, não quis comentar um novo adiamento possível da desfiliação britânica.

“O único jogo na cidade é o Conselho Europeu, que começará na quarta-feira às 18h”, disse o porta-voz da Comissão, Margaritis Schinas, referindo-se à cimeira de líderes da UE sobre o Brexit de 10 de abril.

“É uma questão hipotética, porque presume que existe uma prorrogação, o que nossos líderes ainda estão para ver”, disse Schinas em referência ao fato de que os 27 líderes nacionais de países da UE que permanecerão juntos após o Brexit precisam endossar unanimemente qualquer novo adiamento do Brexit para o Reino Unido.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »