Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Vendedores em Mbanza Kongo querem armazéns no mercado da Bela Vista

Angop

Zaire: Vendedores em Mbanza Kongo voltam a ocupar o espaço do antigo mercado (Foto: Pedro Moniz Vidal)

Os vendedores do novo mercado municipal de Mbanza Kongo, capital da província do Zaire, condicionaram hoje, sábado, a sua afixação naquele espaço comercial, a transferência dos armazéns e câmaras frigoríficas ainda existentes no antigo mercado, localizado no bairro 11 de Novembro.

Ouvidos pela Angop, os comerciantes do circuito informal justificaram a sua permanência no antigo mercado, baptizado com nome de “praça da corrida”, a proximidade aos armazéns grossistas e câmaras frigoríficas que fornecem os produtos perecíveis que comercializam.

Alegaram ainda a questão de distância e dificuldades para a transportação da mercadoria dos locais onde são adquiridos para o novo mercado municipal da Bela Vista, que dista a cerca de cinco quilómetros a norte da cidade.

Maria Mpanzo, vendedora, apontou a escassez de clientes no novo mercado como motivo que a desmotiva comercializar seus produtos no local.

“A administração deve obrigar os agentes grossistas a transferirem seus armazéns para o novo mercado da Bela Vista, para que os clientes não passem a andar de baixo para cima para a aquisição dos produtos”, pediu.

A interlocutora justificou que, com a aproximação dos armazéns e câmaras frigoríficas não haverá necessidade de os vendedores voltarem ao antigo mercado a céu aberto que nem oferece condições condignas para o exercício da actividade comercial.

Por sua vez, Benvindo Manuel, também comerciante, queixou-se, igualmente, da ausência de clientes na praça da Bela Vista, que alegam distância do centro da cidade.

Defendeu também a ideia da transferência dos armazéns e câmaras frigoríficas para o local, frisando que essa medida incentivaria os vendedores a afixarem-se definitivamente neste espaço e a atracção de mais clientes.

Cristina Zau, cliente, concorda com a transferência de todos os vendedores ao mercado da Bela Vista, que considera reunir melhores condições de higiene e saneamento básico, assim como os estabelecimentos grossistas.

O mercado da Bela Vista, construído em 2015, no âmbito do programa de investimentos públicos (PIP) do governo local, comporta duas naves com a capacidade de mil bancadas e 17 lojas.

Detém, ainda, duas estruturas destinadas ao fabrico de gelo, igual número de espaços para a colocação de câmaras frigoríficas, cinco armazéns, currais para suínos e caprino, uma capoeira, posto de primeiros socorros, balneários, área administrativa, entre outros serviços.

Mbanza Kongo tem uma população estimada em 155 mil e 174 habitantes distribuídos em cinco bairros: Sagrada Esperança, Álvaro Buta, Martins Kidito, 4 de Fevereiro e 11 de Novembro.

A Angop tentou ouvir responsáveis da Administração Municipal de Mbanza Kongo sobre a problemática, mas todos os esforços foram gorados.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »