Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

País precisa mais de seis mil escolas

Imagem ilustrativa (DR)

Seis mil e 371 escolas são necessárias em todo o país para acabar com alunos fora do sistema de ensino, que em Angola é de um milhão 302 mil e 760, escreve a Angop.

Esta informação foi passada hoje (sexta-feira), em Luanda, pelo director do Instituto de Investigação e Desenvolvimento da Educação (INIDE), Manuel Afonso, quando fazia a apresentação do sistema de educação angolano, momentos antes da assinatura de um acordo de cooperação entre Angola e África do Sul.

Segundo o responsável, estas escolas se reproduzirão em 57 mil e 143 salas de aulas que poderão juntar-se as actuais 18 mil e 297 escolas e um total de 97 mil e 459 salas que neste ano lectivo estão em funcionamento.

Acrescentou que o sector controla dez milhões 608 mil e 415 alunos da iniciação ao segundo ciclo do ensino secundário no presente ano lectivo.

O acordo no domínio da educação prevê a formação de quadros nas áreas de professores, gestores e inspectores escolares, bem como a equivalência de estudos e foi assinado pelas ministras da educação de Angola e da África do Sul, Maria Cândida Pereira Teixeira, e Angie Motshekga, respectivamente.

O mesmo visa estreitar a cooperação nesta área do saber entre os dois países que permitirá o reconhecimento de estudos, porque muitos angolanos têm feito seus estudos na África do Sul e era necessário algum instrumento que sirva de base para que haja mobilidade estudantil e de docentes.

Também visa a troca de experiências entre especialistas e académicos no que tange a formação de quadros.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »