- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Economia Sonangol conta com um novo navio Sonda

Sonangol conta com um novo navio Sonda

Um Navio Sonda da Sonangol, em construção na Coreia de Sul, para operar em águas profundas, ultra profundas e pré-sal, foi baptizado quinta-feira, em Busan, com nome “Libongos”, numa cerimónia que contou com a presença da primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, como madrinha do navio.

Baptizado com o nome “Libongos” – uma região do Bengo onde existem afloramentos de petróleo a superfície, segundo explica Angop, o navio foi concebido para obedecer à uma estratégia do programa de exploração petrolífera, que deverá garantir novas descobertas e a consolidação das reservas para o futuro, tendo em atenção fundamentalmente, a satisfação das necessidades do País.

O novo navio, que garantirá numa primeira fase, emprego a cerca de mil e 200 trabalhadores, entre nacionais e estrangeiros, tem capacidade de operação em águas profundas, ultra profundas e no pré-sal, e estará disponível para executar trabalhos a nível nacional e internacional.

A cerimónia foi testemunhada pelo presidente do conselho de administração da Sonangol, Carlos Saturnino, e do Presidente da DAEWOO SHIPBUILDING MARINE ENGINEERING – “DSME”, Sung Leep Jung, enquanto anfitrião.

Para o presidente do conselho de administração da Sonangol, a materialização deste projecto constitui mais um marco, no âmbito do relançamento da indústria petrolífera angolana, rumo ao aumento da produção e das reservas nacionais, assim como aumenta o leque de serviços integrados da cadeia primária, diminuindo a dependência da disponibilidade externa no cumprimento dos programas de trabalho de exploração.

Presenciaram igualmente o acto, o secretário de Estado de Petróleos, José Barroso, o presidente do conselho de administração da Agência Nacional de Petróleo e Gás, Paulino Jerónimo, o embaixador de Angola na Coreia do Sul, Albino Malungo, administradores executivos da Sonangol, representantes das operadoras petrolíferas em Angola, entre outros.

- Publicidade -
- Publicidade -

Cancro da mama: Português ajuda a descobrir fármaco que usa composto encontrado em vegetais

Bruno Simões e outros cientistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido, descobriram que o medicamento SFX-01 pode ser encontrado em vegetais como brócolos. Há...
- Publicidade -

Técnicos do FMI aprovam proposta revisada da Argentina a credores

Uma revisão da proposta oficial argentina de renegociar dívidas no valor de 66 bilhões de dólares, que inclui melhorias nas condições de pagamento aos...

Trump usa OMS, China e protestos para distrair EUA do seu fracasso contra COVID-19, dizem analistas

O presidente Donald Trump cortou os laços dos EUA com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para distrair a atenção de sua base popular...

Hospital do Lubango ganha laboratório de anatomia patológica

Um laboratório de Anatomia Patológica Cirúrgica e Molecular foi hoje, segunda-feira, inaugurado no Hospital Central do Lubango, província da Huíla. Equipado com material de tecnologia...

Notícias relacionadas

Cancro da mama: Português ajuda a descobrir fármaco que usa composto encontrado em vegetais

Bruno Simões e outros cientistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido, descobriram que o medicamento SFX-01 pode ser encontrado em vegetais como brócolos. Há...

Técnicos do FMI aprovam proposta revisada da Argentina a credores

Uma revisão da proposta oficial argentina de renegociar dívidas no valor de 66 bilhões de dólares, que inclui melhorias nas condições de pagamento aos...

Trump usa OMS, China e protestos para distrair EUA do seu fracasso contra COVID-19, dizem analistas

O presidente Donald Trump cortou os laços dos EUA com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para distrair a atenção de sua base popular...

Hospital do Lubango ganha laboratório de anatomia patológica

Um laboratório de Anatomia Patológica Cirúrgica e Molecular foi hoje, segunda-feira, inaugurado no Hospital Central do Lubango, província da Huíla. Equipado com material de tecnologia...

EUA oferece recompensa de US$ 5 milhões por outro venezuelano próximo a Maduro

Os Estados Unidos ofereceram uma recompensa de até US$ 5 milhões na segunda-feira (1) pelo venezuelano Joselit de la Trinidad Ramírez Camacho, um funcionário...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.