Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Nova Zelândia: polícia já identificou as 50 vítimas mortais

(© REUTERS/Edgar Su)

O país cumprirá dois minutos de silêncio pelas vítimas e irá ainda transmitir na televisão e rádio pública uma oração de apoio à comunidade muçulmana, esta sexta-feira.

De acordo com o Diário de Notícias que cita a Lusa, a polícia da Nova Zelândia anunciou esta quinta-feira que já identificou todas as 50 vítimas mortais do duplo ataque às mesquitas de Christchurch, na passada sexta-feira.

“Posso informar que, nos últimos minutos, o processo de identificação das 50 vítimas foi concluído e todas as famílias foram notificadas”, afirmou o comissário Mike Bush. “Este é um ponto de viragem neste processo”, disse.

O anúncio foi feito minutos depois de a primeira-ministra, Jacinda Ardern, ter anunciado a proibição da venda de todas as armas de assalto e semiautomáticas, em resposta ao ataque terrorista.

“A Nova Zelândia vai proibir todas as armas semiautomáticas de estilo militar. Vamos também proibir as armas de assalto”, declarou Ardern, acrescentando que a nova legislação vai entrar em vigor já no próximo mês. A primeira-ministra garantiu ainda que vão ser tomadas medidas para evitar uma corrida às armas antes da entrada em vigor da proibição de venda.

Na sexta-feira, uma semana após o ataque, o país cumpre dois minutos de silêncio pelas vítimas e, no mesmo dia, está prevista a transmissão, na rádio e televisão públicas, da chamada à oração, num gesto de apoio à comunidade muçulmana.

“Queremos mostrar o nosso apoio à comunidade muçulmana, no regresso às mesquitas, particularmente esta sexta-feira”, afirmou a primeira-ministra, em conferência de imprensa.

Brenton Tarrant, um australiano nacionalista branco de 28 anos, reivindicou a responsabilidade pelos ataques às mesquitas Al Noor e Linwood, na terceira maior cidade da Nova Zelândia.

Além de divulgar um manifesto anti-imigrantes de 74 páginas, Tarrant transmitiu em direto na Internet o momento do ataque.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »