Portal de Angola
Informação ao minuto

“Metodologia para Diálogos Transatlânticos/Pós-Coloniais entre Brasil e Angola”

(Foto enviada pela fonte)

“Metodologia para Diálogos Transatlânticos/Pós-Coloniais entre Brasil e Angola”, no CCBA, ministrada pela professora Yérsia Souza de Assis, acontece nos dias 27 e 28 de Março, das 15h00 às 19h00, com participação gratuita.

De acordo com uma nota enviada ao Portal de Angola, A ideia da oficina é possibilitar, de modo introdutório, um panorama das influências que são trocadas entre Brasil e Angola, pensando a partir dos pontos chaves que formatam essa relação histórica, que tem pontos de intersecção como a cultura, a linguística e as sociabilidades, especialmente, no que concerne as afro-brasilidades.

A oficina assim, se propõe em apontar como esses aspectos sócio históricos podem ser incorporados como metodologias para produção dos conteúdos educacionais, neste sentido, toma-se a o marco teórico da categoria “Transatlântico” que é ideia de instituir uma noção que tem força conceitual por meio dos diálogos, e por consequência, interferência que existem entre os países via o oceano atlântico, que figura como fio condutor, embora, exerça a função de separar os dois países .

Informações sobre a Ministrante: Graduada em Ciências Sociais Bacharelado pela Universidade Federal de Sergipe; Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Sergipe; Mestre pelo Núcleo de Pesquisa e Pós Graduação em Antropologia Social pela Universidade Federal de Sergipe; Doutoranda em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Atuou como pesquisadora no projeto de parceria INCRA/SE e NEAB – Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, de nome: “Reconhecimento e Mapeamento de Comunidades Negras Rurais em Sergipe”. Atuou como pesquisadora no projeto “Territórios de Axé – Mapeamentos dos terreiros da Grande Florianópolis” /IPHAN/NUER/UFSC. Integrante do projeto “Kadila: culturas e ambientes – diálogos Brasil-Angola”/CAPES/AULP/Ministério da Cultura.

Membro do GERTS – Grupo de Estudos Culturas Relações Inter-étnicas e Identidades/ UFS; Membro do NEABÍ/UFS – Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas/UFS. Pesquisadora Associada do NUER – Núcleo de Identidades e Relações Interétnicas/UFSC. Membro da Sociedade Omolàiyé.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »