Portal de Angola
Informação ao minuto

Austrália convoca embaixador turco após comentários de Erdogan

Scott Morrison (DR)

O primeiro-ministro australiano Scott Morrison anunciou na quarta-feira que convocará o embaixador turco em Canberra pelas declarações “muito ofensivas” do presidente Recep Tayyip Erdogan sobre os ataques em duas mesquitas na Nova Zelândia.

De acordo com a France Press, Erdogan considerou os ataques perpetrados por um australiano como um ataque à Turquia e ao Islão e advertiu os antimuçulmanos daquele país que sofrerão o mesmo destino que os soldados de Gallipoli – uma sangrenta batalha da Primeira Guerra Mundial.

Gallipoli foi uma batalha da Primeira Guerra Mundial em que os otomanos deram uma sangrenta derrota a uma força aliada composta basicamente de australianos e neozelandeses.

“O presidente turco Erdogan fez declarações que considero muito ofensivas para os australianos e muito insensatas nesta delicada situação”, declarou Morrison.

“Espero e pedi que esclareçam estes comentários, que se retratem”, disse Morrison, avaliando que as declarações sobre a Austrália e sobre a resposta da Nova Zelândia ao ataque às mesquitas foram “infames”.

O supremacista branco australiano Brenton Tarrant matou 50 fiéis em duas mesquitas da cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, alegando lutar contra o que considera “invasores” muçulmanos e contra o islamismo radical.

Morrison informou ainda que estão sendo revistas as recomendações para australianos que viajam à Turquia.

“Vou aguardar para ver qual será a resposta do governo turco antes de adotar mais ações, mas posso dizer que todas as opções estão sobre a mesa”.

A Nova Zelândia já criticou Erdogan pelas suas declarações e pela divulgação de parte do vídeo dos ataques nas mesquitas de Christchurch, que matou 50 fiéis muçulmanos na sexta-feira, 15 de março.

Essa politização do ataque, disse o vice-primeiro-ministro neozelandês Winston Peters, “põe em perigo o futuro e a segurança do povo da Nova Zelândia e de nosso povo de fora, e é totalmente injusto”.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »