Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Homem mais rico do Reino Unido quer mudar de área

Afp

(AFP / Andy Buchanan)

Discreto fundador da gigante industrial Ineos e homem mais rico do Reino Unido, Jim Ratcliffe está mudando de área: vai para o mundo do desporto, após comprar o Team Sky, equipe de ciclismo mais bem-sucedida do mundo.

Este empresário de 66 anos, durante muito tempo desconhecido, ficou famoso ano passado, ao se tornar dono da maior fortuna britânica, um património estimado em 21 biliões de libras (27,8 bilhões de dólares), segundo o The Sunday Times.

Desde então, este partidário do Brexit escandalizou algumas vezes ao transferir, segundo a imprensa, seu património para Mónaco, principado conhecido pelo vantajoso sistema fiscal para os mais ricos.

Com investimentos maciços para além do sector químico, coração do grupo Ineos, Ratcliffe não poupou esforços para impulsionar seu negócio.

E o desporto é sua nova forma de mostrar ao mundo suas ambições, embora se choque com a cultura de um grupo que não foi lançado na bolsa e onde, durante muito tempo, a discrição foi a marca da casa.

A aquisição do Team Sky, a equipe mais bem-sucedida do pelotão ciclista que em breve será rebaptizado como Team Ineos, deveria aumentar espectacularmente a visibilidade de seu grupo, embora isto envolva um risco devido às polémicas e às suspeitas acerca das práticas da equipe.

– Evitar caminhos trilhados –

No ano passado, Ratcliffe já investiu 110 milhões de libras no Ineos Team UK, uma equipe britânica de vela que se propõe a ganhar a prestigiosa Copa América em 2021.

No campo do futebol, a imprensa britânica informou recentemente que este fã do Manchester United contempla comprar o clube Chelsea, após já ter trazido para sua empresa o modesto time suíço Lausana.

Ratcliffe também se interessa pela mecânica: adquiriu a especialista em vestuário para motoristas Belstaff e, sobretudo, quer se lançar nos automóveis com o objectivo de dar um sucessor ao famoso 4×4 Land Rover Defender, com motor de BMW.

Assim, em um vídeo lançado na internet de seu grupo, o empresário aparece no volante de um 4×4 em um ambiente bucólico defendendo os prazeres de conduzir fora dos caminhos trilhados.

– 18.000 funcionários em 24 países –

Contudo, nada levava a crer que Ratcliffe – que cresceu em uma moradia popular no subúrbio de Manchester – se tornaria bilionário e receberia um título de nobreza das mãos da rainha da Inglaterra.

Licenciado em química pela Universidade de Birmingham e com mestrado em administração de empresas pela London Business School, ele fundou a Ineos aos 40 anos. Seu grupo – que ele controla 60% – se tornou discretamente um gigante industrial em um país dominado pelo sector dos serviços.

A Ineos agora vende anualmente 60 biliões de dólares e emprega 18 mil pessoas em 24 países. Seus componentes químicos se encontram em diversos produtos de uso diário, desde sabonete até medicamentos.

Apesar de seu sucesso, o homem por trás deste projecto foi, por muito tempo, um personagem misterioso.

Tornando-se um dos poucos empresários a se posicionar a favor do Brexit, antes do referendo de 2016, afirmou ao jornal Sunday Times: “Os britânicos são perfeitamente capazes de cuidar dos britânicos, não precisam que Bruxelas lhes diga como fazer isso”.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »