Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Corpos das vítimas da chuva repousam no cemitério do Luongo

CERIMÓNIA FÚNEBRE (ARQUIVO) (FOTO: LUCAS NETO)

Os restos mortais de doze das 16 vítimas da chuva que caiu na noite deste sábado (16), no litoral da província de Benguela, foram enterrados hoje, terça-feira, no cemitério do Luongo, município da Catumbela, em cerimónia orientada pela administração local.

Na ocasião, em nota de condolência da administração municipal da Catumbela, o director do gabinete do administrador municipal da Catumbela, Adelino Jorge Kapapelo, chamou a atenção para que cada um dos munícipes, no âmbito da sua responsabilidade social, trabalhe para preservar o bem maior, a vida.

“Permitam-me, antes de tudo, em nome da administração municipal e de todos os munícipes, apresentar neste acto os mais profundos sentimentos de pesar às famílias enlutadas, cujos parentes foram vítimas dos fenómenos naturais, com realce para chuva, ventos fortes e descargas eléctricas”, disse citado pela Angop.

Na nota lida no cemitério do Luongo, reafirmou o compromisso da administração local em continuar a trabalhar para satisfazer as necessidades da população.

Por outro lado, Em entrevista à imprensa, no final do enterro, o administrador municipal, Julião Almeida, sublinhou que o sentimento de pesar se estende não somente às famílias, mas a todos os munícipes.

O administrador enalteceu o trabalho da polícia nacional, corpo de protecção civil e bombeiros, autoridades tradicionais e agentes económicos.

Em 2015, uma chuva forte já havia provocado a morte de 44 pessoas no município da Catumbela.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »