Portal de Angola
Informação ao minuto

Vila de Buco Zau completa 62 anos

A Vila de Buco Zau, cerca de 120 quilómetros a Norte de Cabinda, completa hoje (sexta-feira) 62 anos desde que a 15 de Março de 1957, por portaria da então administração colonial portuguesa, ascendeu à categoria de vila.

O administrador municipal, José Macaia, disse hoje a Angop que a circunscrição está a conhecer níveis de crescimento satisfatórios nos sectores sociais, económicos e políticos, que permitem aos serviços da administração local a prestação de melhores serviços à comunidade.

Situado em pleno coração da floresta do Maiombe, e dividido pelo rio Luali, a vila de Buco Zau ostenta um invejável potencialmente de recursos naturais.

O ouro, asfalto e madeira, em espécies raras e caras, como a kambala, pau preto, longuilongui, undianuno, livuite e tola branca, além das terras aráveis que têm permitido a produção do café, cacau, mandioca, banana, bata doce, inhame, amendoim e óleo de palmeira.

O povoamento e repovoamento do palmar, cacau e café têm sido umas das principais apostas do sector na província tendo em conta a fertilidade que as terras naquela região apresentam e o clima tropical que tem permitido a implementação do cultivo destas plantas.

A Vila de Buco-Zau conta com um hospital regional e um municipal, enquanto no sector da educação há um instituto médio politécnicoc e escolas primárias e do primeiro ciclo.

Outros sinais de desenvolvimento indicam para novas áreas habitacionais, com mais de 200 moradias, para além de outras residências destinadas a funcionários públicos.

A Vila de Buco Zau tem uma superfície de mil 115 quilómetros quadrados e uma população estimada em mais de 33 mil habitantes.

A pesca, agricultura e caça são as principais actividades da população, que tem como idioma o Kiombe.

Maratonas dançantes, actividades desportivas, recreativas e culturais com destaque para a feira de venda de variedades de produtos são destaques das festas da Vila.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »