Portal de Angola
Informação ao minuto

Falta de água força cancelamento de cirurgias no Lubango

VISTA DO HOSPITAL CENTRAL DO LUBANGO (FOTO: MORAIS SILVA)

Um corte no fornecimento de água resultou na paralisação por dois dias do bloco operatório do Hospital Central do Lubango, o que originou o cancelamento de 22 cirurgias.

Segundo o director administrativo da unidade sanitária, Igor Cabuço, citado pela Angop, a ocorrência registou-se terça e quarta-feira últimas e forçou o adiamento para próxima segunda-feira das cirurgias em causa.

Sem avançar números, fez saber que outras cirurgias de carácter urgente foram todas efectuadas.

Segundo Igor Cabuço, a situação está solucionada e regista-se um fornecimento na ordem dos 75 porcento.

“Tratou-se de um problema conjuntural na cidade do Lubango, onde o hospital não foi poupado, obrigando-o a recorrer a camiões cisternas que faziam dois abastecimentos diários”, esclareceu.

Um a fonte da empresa provincial de águas fez saber que houve uma avaria na central de bombagem da Senhora do Monte, que obrigou o corte do abastecimento em certas zonas da urbe, com destaque para a parte norte, onde encontra o hospital.

Com capacidade para 520 camas, o Hospital Central do Lubango “António Agostinho Neto” é a maior unidade sanitária do centro e sul do país.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »