Portal de Angola
Informação ao minuto

Terminou o apagão que durava há quase uma semana na Venezuela

(Reuters)

Falta de energia afetava o país desde a passada quinta-feira, dia 7 de março.

De acordo com o Notícias ao Minuto, o ministro de Comunicação e Informação venezuelano, Jorge Rodríguez, deu conta, em declarações à teleSUR, esta quarta-feira de que foi restituída a 100% a energia elétrica na Veneuzela e que por isso vão ser retomadas as atividades laborais já esta quinta-feira. No entanto, as escolas mantêm-se suspensas por mais 24 horas e “ainda há problemas com os transformadores que foram sabotados, em Baruta e El Hatillo”.

Também a restituição da água potável foi assegurada em 80% de todo o território venezuelano e 70% em Caracas.

Além da interrupção de serviços como os transportes públicos, foram ainda afetados hospitais e feitos vários assaltos a comércios. A oposição, segundo o Globo, fala em 15 mortos devido ao apagão.

Recorde-se que o país tinha sofrido um apagão devido a uma avaria na central hidroelétrica de El Guri, a principal do país, que afetou ainda dois sistemas secundários e a linha central de transmissão. O autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, tivesse solicitado à Assembleia Nacional a declaração de um estado de emergência.

Do lado do regime de Maduro há alegações de que se terá tratado de “sabotagem criminosa e brutal contra o sistema elétrico”. Chegou a ser aberta uma investigação contra Guaidó pela alegada sabotagem.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »