Portal de Angola
Informação ao minuto

Liga dos Campeões: Liverpool no topo da Europa

Foi um regresso em grande, o de Jürgen Klopp ao seu país. (DR)

Descalabro: nos últimos 13 anos, é a primeira vez que nenhuma equipa alemã está nos quartos de final. Quatro equipas inglesas, uma espanhola, uma italiana, uma portuguesa e uma holandesa seguem em frente na competição.

A magia de Klopp
Foi um regresso em grande, o de Jürgen Klopp ao seu país.
De acordo com a DW África, o Liverpool chegou, viu e venceu na Baviera, por 3-1, ultrapassando o Bayern Munique e assumindo-se como um dos grandes candidatos à presença na final de Madrid da Liga dos Campeões. O técnico de Estugarda repetiu assim grandes momentos já vividos aquando da sua passagem pela Bundesliga.

A noite senegalesa
Para Sadio Mané, esta é uma noite para lembrar pela vida fora. Dois dos golos do Liverpool foram por sua conta, tendo assinado uma exibição notável. O “internacional” senegalês, de 26 anos de idade, está num precioso momento de forma e é uma das grandes figuras do Liverpool 2018/2019.

Pesadelo europeu…
Uma noite para esquecer, pensarão os jogadores do Bayern Munique após a eliminação da Liga dos Campeões. O desalento de Lewandowski, Süle e Neuer (da esquerda para a direita na imagem) pode (ou não) ser compensado com a melhoria de produtividade na Bundesliga. No próximo domingo, os bávaros recebem o Mainz e querem virar a página rapidamente.

O mágico está de volta!
Dois golos e duas assistências: era difícil pedir mais a Lionel Messi no encontro de Camp Nou, frente ao Olympique Lyon. Goleada tranquila do Barcelona (5-1) ao conjunto francês, selando o apuramento para os quartos de final de modo prático e fácil. Com Messi em grande forma, mais de meio caminho já estava andado para os “blaugrana”…

A resposta de génio a génio
Ainda sob os ecos da espantosa noite anterior, em que Cristiano Ronaldo havia pulverizado a defesa do Atlético Madrid, Lionel Messi provou que a competição com o astro português está bem viva. Alegria no jogo, magia espalhada pelo relvado, golos, espírito coletivo, de tudo teve a exibição do argentino de Rosário em Camp Nou.

Três vezes Ronaldo!
Tinha prometido a passagem da eliminatória com… três golos seus! A premonição de Cristiano Ronaldo fez quase tanto furor como a sua realização. A Juventus ultrapassou o Atlético Madrid com uma reviravolta sensacional, carimbada pelo apuradíssimo sentido de baliza do “internacional” português.

Allegri aponta o caminho
Parece apontar o caminho para o estádio Wanda Metropolitano, em Madrid. Eis a determinação de Massimiliano Allegri, um treinador decerto radiante com o feito da “sua” Juventus. Sem Atlético Madrid, Real Madrid e Bayern Munique em prova, que outros gigantes podem ainda fazer tremer a “vecchia signora”?

Máquina de fazer golos!
Foram sete, podiam ter sido mais: o Manchester City não fez por menos e trucidou o Schalke, na noite do Ettihad Stadium. O conjunto de Pep Guardiola parece embalado para uma grande fase final da temporada, lutando ombro a ombro com o Liverpool na Premier League e apresentando futebol ofensivo e concretizador na Champions League.

Vida difícil em Gelsenkirchen
Não bastavam os problemas na Bundesliga, e o Schalke vê-se agora humilhado pelos ingleses do City na liga milionária. A equipa de Domenico Tedesco nunca se encontrou em Manchester e saiu vergada ao peso de uma goleada “das antigas” (7-0), que não deixa margem para dúvidas: o seu grande desígnio é mesmo tentar não se afundar ainda mais na liga alemã.

Quatro ingleses entre os oito magníficos
É o regresso em grande do futebol inglês à plenitude europeia: quatro das equipas apuradas para os quartos de final da Champions League chegam da Premier League: Tottenham, Manchester United, Manchester City e Liverpool. Juntam-se-lhes o Barcelona (único representante espanhol sobrevivente), os italianos da Juventus e os dois “outsiders” ainda em prova: o FC Porto (Portugal) e o Ajax (Holanda).

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »