Portal de Angola
Informação ao minuto

Raul Danda diz que UNITA é único partido estável

Os altos e baixos dominaram grande parte da vida do maior partido da oposição, mas hoje, segundo o seu Vice-presidente, Raul Danda, por ocasião dos 53 anos do partido, a UNITA está no altíssimo.

“A UNITA está melhor em termos de solidez, aceitação em todo o país”, conjecturou o número dois do partido fundado a 13 de Março de 1966, na localidade de Munhango, província do Moxico, citado pelo Jornal Visão.

Falando à margem do ciclo de palestras que a UNITA promoveu, não apenas para assinalar mais um ano de existência, mas também enquadradas no âmbito do ano da consagração da memória do seu líder-fundador, Danda garantiu que o partido é único em Angola, que apresenta grande estabilidade interna.

“Desde o seu surgimento, em 1966, a luta da UNITA não se cingiu apenas no hastear da bandeira e no entoar do hino nacional, mas sim na luta para colocar Angola num nível aceitável no concerto das nações”, gloriou-se.

Fazendo um balanço dos 53 anos de existência da organização, o seu Vice-presidente realçou que com o “bom momento” em que se encontra, a UNITA tem disso muito activa na defesa dos interesses de Angola.

“Mesmo no parlamento, onde os nossos colegas do MPLA querem que os deputados continuem a ser vistos como pessoas que têm como trabalho principal levantar a mão e usufruir-se dos lexus, nós continuamos a defender acções de fiscalização às acções do Executivo”, referiu, sublinhando que, para isso, é preciso “termos um poder judiciário funcional na sua plenitude”.

Para ele, é necessário que todas as acções do Executivo angolano sejam fiscalizadas. Os problemas sociais actuais não se justificam: faltam escolas, estradas condignas, hospitais e empregos, quando há pessoas que ainda ostentam brutalmente as riquezas do país.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »