Portal de Angola
Informação ao minuto

Huíla acolhe Miss Angola 2019

Treze anos depois, o maior concurso de beleza feminino angolano realiza-se fora de Luanda, com a cidade do Lubango, província da Huíla, a ser a escolhida para albergar, em Junho próximo, a edição 2019, soube nesta terça-feira a Angop.

A informação foi prestada pela directora-adjunta do comité Miss Angola, Karina Almeida, no final de uma audiência com o governador da província da Huíla, Luis Nunes.

Depois de passar pelas províncias de Benguela e Cabinda, esta será a terceira vez que o concurso sai da capital do país, justificando-se pela diversidade cultural e potencialidades turísticas que o interior dispõe e que precisam de notoriedade a fim de atrair turistas.

Karina Almeida referiu que a escolha na Huíla recai pelo facto de reunir as condições necessária para o evento, o que passa por condições de acomodação, clima e local espaçoso para o mesmo, que terá como tema as belezas naturais da Huíla.

Para o êxito do certame pediu o apoio da classe empresarial local e não só, por se tratar de um evento com custo elevado de produção.

O Miss Angola realiza-se anualmente desde 1998. O concurso recebe candidatas das dezoito províncias do país e algumas da diáspora.

A primeira vencedora do concurso foi Emília Guardado, candidata da província de Benguela. Actualmente a coroa é ocupada por Ana Liliana Avião, da província de Luanda.

A primeira e única angolana que ostentou a coroa de Miss Universo foi Leila Lopes, em 2011. Em termos estatísticos, as províncias com maior número de vencedoras são Luanda, com cinco, e Benguela e Cabinda, com quatro cada.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »