Portal de Angola
Informação ao minuto

Destacado contributo de Angola em prol da paz em África

(DR)

O enviado especial do Secretário-geral das Nações Unidas para a Região dos Grandes Lagos, Said Djinnit, ressaltou nesta quarta-feira, em Luanda, o papel de Angola por ser um dos países que muito tem contribuído para a paz e desenvolvimento em África e no mundo em geral, noticia a Angop.

Said Djinnit falava à imprensa após audiência com o Presidente da República, João Lourenço, com quem abordou questões ligadas a actual situação política, económica e social nos países da região dos Grandes Lagos e também de carácter internacional.

O diplomata argelino ao serviço da ONU, que termina a sua missão a 31 deste mês, depois de quatro anos e meio na função de enviado especial das Nações Unidas, encorajou o Chefe de Estado angolano a continuar o seu empenho na senda do apoio ao desenvolvimento e paz no continente africano e no mundo.

Said Djinnit agradeceu o apoio e a cooperação de Angola ao longo do seu mandato, tendo informado que relativamente à região dos Grandes Lagos foi passada em revista os recentes desenvolvimentos que dizem respeito a República Centro-Africana, o Sudão do Sul e a República Democrática do Congo (RDC)

No que toca à RDC, país que realizou eleições presidenciais em Dezembro do ano passado, o diplomata manifestou a sua satisfação pelo desfecho positivo e pacífico do processo.

Fazem parte dos Grandes Lagos, Angola, Burundi, República do Congo, Ruanda, Tanzânia, Zâmbia, República Democrática do Congo, Uganda, Tanzânia, Quénia, Sudão, Sudão do Sul, o República Centro-Africana,

Novo representante da ONU

Entretanto, o Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, nomeou, em Janeiro deste ano, Huang Xia, da República Popular da China, como novo enviado especial da organização para a Região dos Grandes Lagos.

O diplomata chinês, nascido em 1962 e com mais de 30 anos de experiência, ocupou já vários cargos de alto nível.

Nos últimos dez anos, Huang Xia como embaixador, representou o seu país no Níger, Senegal, República do Congo, Gabão e França.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »