Portal de Angola
Informação ao minuto

Sector regista aumento de partos domiciliares na Lunda Sul

O sector da saúde na província da Lunda Sul tem registado, nos últimos cinco anos, um crescimento considerável de partos domiciliares (53 por cento), colocando os filhos de mães seropositivas em risco de contrair o vírus de VIH/Sida.

Segundo a supervisora do Centro de Testagem Voluntária na Lunda Sul, Luísa Charles, citada pela Angop, nos últimos cinco anos 46 por cento dos partos foram hospitalares.

A responsável falava no acto de lançamento provincial da campanha “Nascer Livre para Brilhar”, apresentada oficialmente em Dezembro de 2018, pela Primeira-Dama da República de Angola, Ana Dias Lourenço, visando eliminar a transmissão do vírus através do corte vertical para a redução da morte materno-infantil pelo VIH até 2022 no país.

Explicou que o maior índice de transmissão do VIH/Sida da mãe para o filho ocorre durante o trabalho de parto ou no momento do parto, daí a necessidade de as gestantes acorrerem as unidades sanitárias a fim de serem submetidas ao processo de corte de transmissão vertical.

Em 2018 foram testadas 11 mil e 750 mulheres grávidas, das quais 525 foram diagnosticadas com o vírus do VIH/Sida. 408 receberam tratamento antirretroviral.

No mesmo período, 108 crianças que nasceram de mães seropositivas foram diagnosticadas com o VIH/Sida e 150 foram expostas de gestantes infectadas (corte de transmissão vertical).

A madrinha da campanha “Nascer Livre para Brilhar” da província da Lunda Sul, Celmira Neto, apelou as mulheres, sobretudo adolescentes e jovens gestantes, a aderirem as consultas pré-natal para o devido acompanhamento médico.

Apelou maior envolvimento das mulheres na divulgação da campanha, por ser um instrumento de educação sexual.

Actualmente, 2,1 milhões de crianças vivem no mundo com HIV, sendo que 1,4 milhões estão localizados em África, das quais 27 mil em Angola.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »