Portal de Angola
Informação ao minuto

Sergio Moro intensifica combate ao crime organizado e à corrupção

Observador/Lusa

(Reuters / Paulo Whitaker)

O ministro da Justiça brasileiro, Sergio Moro, intensificou o combate ao crime organizado e à corrupção no país, através da melhoria dos bancos de dados criminais e do aperfeiçoamento do sistema de prevenção de branqueamento de capitais.

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Ramos, o ministro reuniu-se, na sexta-feira, com o presidente da federação brasileira de bancos, Murillo Portugal Filho, para tratar do sistema de prevenção a branqueamento de capitais, e com o presidente da academia brasileira de ciências forenses, João Carlos Ambrósio, sobre as implementações de melhorias dos bancos de dados criminais.

Ambas as reuniões espelham aquilo que o responsável da pasta da Justiça tem defendido: fazer uso integrado dos sistemas de inteligência artificial para combater o crime organizado, crime violento e corrupção.

Sergio Moro assinou ainda um acordo com a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil, Damares Alves, visando medidas de combate à violência doméstica e familiar no país sul-americano.

“A medida tem o objetivo de mobilizar as unidades, agentes e serviços de vários órgãos em ações de atendimento e proteção a mulheres vítimas de violência, além de fomentar o tratamento dos agressores, que estejam no sistema prisional, monitorizados por pulseiras eletrónicas, ou em cumprimentos de penas alternativas”, afirmou à imprensa o porta-voz da Presidência.

Sergio Moro, responsável em primeira instância pelos processos da operação Lava Jato, tornou-se famoso após ordenar a prisão do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a 12 anos por corrupção passiva e branqueamento de capitais.

O ex-juiz federal, que teve de renunciar à sua carreira de magistrado para aceder ao convite para integrar o Governo do Presidente Jair Bolsonaro, disse que aceitou liderar a pasta da Justiça para “implementar uma agenda” de combate à corrupção, crime organizado e violência.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »