Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Há fome em Angola: Comunidade khoisan em penúria alimentar clama por socorro

Soba Mampanda Fernando da comunidade Jamba Cueio (DR)

Cerca de mil membros da comunidade khoisan, nas localidades do Bundo, Ntopa, Mucundi, Tandawé e Jamba Cueio, no município de Menongue, província do Cuando Cubango, estão a enfrentar, desde o mês passado, uma situação de penúria alimentar e clamam por uma intervenção urgente do Governo Provincial e outras instituições.

O grito de socorro foi feito ao Jornal de Angola pelo representante da comunidade khoisan no município de Menongue, António Cassanga, que percorreu mais de 90 quilómetros até à capital do Cuando Cubango, para pedir apoio ao Governo da província, tendo em vista a falta gritante de alimentos.

António Cassanga explicou que este problema pode estar a acontecer também com os cerca de 12 mil membros da comunidade khoisan, controlados em 31 localidades dos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale, Cuangar, Calai, Dirico, Nancova, Mavinga e Rivungo, que, na sua maioria, sobrevivem ainda da caça e recolecção de frutos silvestres.

António Cassanga disse que o problema de falta de alimentos agudizou-se ainda mais devido à estiagem que se está a registar em quase toda a província do Cuando Cubango e que fez com que diversas sementes que lançaram à terra não germinassem, por falta de chuvas. Salientou que, por causa desta situação de penúria alimentar, muitos membros da sua localidade começaram a abandonar as áreas onde foram reassentados pelo Governo da província e estão a regressar às matas em busca de alimentos para a sua sobrevivência.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »