Portal de Angola
Informação ao minuto

Marca angolana de automóveis quer conquistar mercado africano

(DR)

Segundo o Mercado, a marca angolana de automóveis, Pegado Motors, que foi lançada recentemente, em Luanda, pretende conquistar o mercado africano e constar entre as 10 melhores marcas de viaturas vendidas a nível do continente, revelou o CEO do grupo BMP – Bruno Miguel Pegado, que é também o proprietário da firma.

“Vamos mais tarde olhar para o continente africano, onde temos um vasto mercado para conquistar, porque pretendemos nos próximos anos constar”, afirma o CEO.

Para dar exemplo do interesse africano no projecto nacional, adianta,estiveram no País, para assistir ao lançamento da marca, representantes de alguns países do continente.

De acordo com Bruno Pegado, tudo aponta para a assinatura de alguns protocolos para a representação da marca nos na RDC, República Centro Africana e outros países da francofonia.

Pontualiza que o grupo vai, numa primeira fase fazer a importação das primeiras viaturas que deverão chegar em Angola no próximo mês de Julho para a sua comercialização a nível do País.

No total, conforme nota Bruno Pegado, o grupo vai receber 876 viaturas de diferentes modelos, num plano de investimento de 16 milhões USD, que serão amortizados junto dos fornecedores paulatinamente, com a comercialização das viaturas e a prestação de outros serviços.

Na segunda fase, a Pegado Motors pretende investir 58 milhões USD na implantação de uma unidade fabril no município do Waku Kungo, província do Cuanza Sul para a montagem dos automóveis. Segundo Bruno Pegado, a fábrica terá uma capacidade de produção de 1.200 viaturas/ano.

Sem data do seu arranque, o CEO do grupo BMP notou que as obras deverão durar 24 meses. “Preferimos posicionarmo-nos no centro do País, porque precisamos de levar também algum desenvolvimento ao interior do País”, justifica dizendo que foram feitos estudos adequados e os parceiros deram garantias de que era possível desenvolver o projecto naquela região, apesar das dificuldades das vias de comunicação.

Destaca que para a construção da fábrica são necessários alguns pressupostos, entre garantias e apresentação de facturação superior a 10 milhões USD/ano para a disponibilização do montante, cuja linha de financiamento já foi aprovada pelo Afreximbank.

Modelos

Explica que o projecto prevê a produção de 11 distintos modelos de viaturas, dentre turismo, jeeps e pick ups, baptizadas com denominações de sítios e localidades nacionais. Quanto aos preços, a viatura mais barata, um turismo Macocola de quatro portas, vai custar 2,9 milhões Kz.

Por outro lado, o grupo, conforme enfatiza a fonte, pretende construir a maior base logística e de peças auto do País, para dar suporte a manutenção e às diferentes parcerias que serão estabelecidas com diversas instituições nacionais e internacionais.

O automóvel mais caro (o turismo top de gama da Pegado Motors) estará a venda ao preço de 18,2 milhões Kz e tem a denominação de Kalandula.

Dos modelos constam também nomes como Bakama, Ombanja Welwitschia, Kissama, Samanhonga, Lombe, Camacupa e Zambeze.

Em relação aos nomes das viaturas, Bruno Pegado disse que tudo não passou de uma mera inspiração patriótica e nacionalista para que a juventude se reveja nesses lugares. Bruno Pegado afirmou ainda que o projecto vai criar, na primeira fase de implementação, cerca de 1000 empregos directos.

“Temos vários projectos do qual serão criados de mais de 60 mil empregos depois da implementação da fábrica, o que pensamos ser um grande contributo da nossa instituição para o desenvolvimento do mercado nacional e na redução da taxa de desemprego”, esclarece.

Bruno Pegado salienta que essas primeiras unidades virão igualmente munidas de um kit de peças para assistência técnica primária. Só a posterior, completa, o grupo fará o recrutamento dos quadros que vão frequentar cursos mais extensivos para a integração nos quadros da fábrica de montagem.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »