Portal de Angola
Informação ao minuto

Conselho de Ministros extingue Instituto Nacional de Desminagem de Moçambique

(DR)

O Conselho de Ministros anunciou a extinção do Instituto Nacional de Desminagem (IND), considerando que a entidade cumpriu a sua missão, escreve o Folha de Maputo.

“O decreto extingue o IND, criado no âmbito do processo de desminagem, tendo o processo sido concluído”, disse Ana Comona, porta-voz do Conselho de Ministros.

O anúncio foi feito em conferência de imprensa no final da 7ª sessão do Conselho de Ministros. Os recursos humanos e patrimoniais do IND passam para os ministérios dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, da Defesa Nacional, do Interior, da Administração Estatal e Função Pública, e da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural.

Moçambique declarou-se, em 2015, livre de minas antipessoais, ao fim de mais de duas décadas de um programa de desminagem em todo o país, que era um dos cinco mais ameaçados do mundo por este tipo de engenhos.

Iniciada após o fim da guerra civil, em 1992, a desminagem abrangeu quase todo o território. Os dados do IND indicam que tenham sido removidos cerca de 300 mil engenhos, a maior parte junto de linhas elétricas de alta tensão, barragens e linhas férreas.

Moçambique tornou-se, assim, no primeiro dos cinco países com mais engenhos a cumprir a sua obrigação do artigo 5.º do Tratado de Otava, que regula a desminagem em todo o mundo.

A meta é de declarar o mundo livre deste tipo de explosivos até 2025.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »