Portal de Angola
Informação ao minuto

Tribunal de Cabinda liberta 13 activistas do Movimento Independista de Cabinda

O Tribunal da Comarca de Cabinda ordenou a soltura de 13 dos 63 activistas do Movimento Independentista de Cabinda detidos a 1 de Fevereiro por falta de provas e fundamentos para a detenção.

Segundo avança a VOA, o advogado dos activistas Arão Bula Tempo disse que o juiz Luís Vladmir Domingos Mahapi entendeu que a Procuradoria da República não obedeceu os requisitos para a detenção e, em alguns casos, não houve fundamentos para a prisão.

No mesmo despacho, o juiz manteve a prisão de 50 activistas.

Arão Bula Tempo
(DR)

A detenção dos membros do movimento independentista de Cabinda aconteceu quando se mobilizavam para realizar uma manifestação a favor da auto-determinação do enclave de Cabinda a 1 de Fevereiro.

Apesar de a acusação não ter sido formalizada, os activistas serão indiciados dos crimes de terrorismo e contra a segurança do Estado.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »