Portal de Angola
Informação ao minuto

Marcelo em Angola para o aniversário de João Lourenço

O Presidente português vai ao aniversário de João Lourenço na terça-feira. A visita de Estado, com o objectivo de ‘estreitar a fraternidade entre Estados’, começa no dia seguinte, escreve o Sol.

O Presidente de Portugal inicia esta quarta-feira uma visita de Estado a Angola. Marcelo Rebelo de Sousa disse, esta semana, que pretende «estreitar a fraternidade entre povos, estreitar a fraternidade entre pátrias, estreitar a fraternidade entre Estados». O chefe de Estado está convicto de que esta visita pode ser «um grande momento», se «os Estados souberem acompanhar aquilo que os povos sentem, não tenho dúvidas de que será um grande momento».

Marcelo Rebelo de Sousa chegará a Luanda na terça-feira de Carnaval, para estar presente no aniversário de João Lourenço, que completa 65 anos. A visita tem início no dia seguinte e Marcelo será recebido pelo Presidente de Angola, João Lourenço, na manhã de quarta-feira. Os dois darão uma conferência de imprensa. No mesmo dia, o Presidente português vai discursar numa sessão solene na Assembleia Nacional de Angola e encontrar-se com estudantes na Universidade Agostinho Neto. Neste encontro, Marcelo vai dar uma espécie de aula e responder às perguntas dos jovens. A visita tem a duração de quatro dias e vai dividir-se entre a capital, Luanda, e as províncias de Benguela e Huíla.

Vários governantes acompanham o Presidente de Portugal durante a visita. Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, Pedro Siza Vieira, Adjunto e da Economia, e Capoulas Santos, da Agricultura, vão estar em Angola.

A visita foi anunciada por João Lourenço quando esteve em Portugal, em novembro. «Os amigos devem-se visitar mutuamente. Os amigos querem-se juntos», afirmou, na altura, o Presidente angolano. Lourenço, no discurso que fez na Assembleia da República, sublinhou que «poderemos ter um futuro comum promissor e bastante radioso». E garantiu que está «a construir uma nova Angola de transparência e de concorrência leal nos negócios». As relações entre Portugal e Angola foram bastante conturbadas nos últimos tempos, sobretudo devido a alguns casos judiciais. Marcelo Rebelo de Sousa, durante a visita do Presidente angolano, considerou que João Lourenço iniciou «um novo e promissor ciclo» nas relações entre os dois países.

‘Ti Celito é dos nossos’

Marcelo disse, numa entrevista ao semanário angolano Vanguarda, que «se vive um momento motivador nas relações entre Angola e Portugal, depois de anos, demasiados, de sensação de compasso de espera, de adiamento, de falta de mais próximo contacto».

Marcelo é bastante popular entre os angolanos, que o tratam por ‘Ti Celito’. Um vídeo do jornalista angolano Victor Hugo Mendes destaca o «sentido humanista» e a popularidade «indiscutível» do Presidente português. «Ti Celito é dos nossos. O Presidente que muitos gostavam que fosse angolano», diz o jornalista.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »