Portal de Angola
Informação ao minuto

Pescador perde braço em ataque de jacaré em Capelongo

Imagem ilustrativa (DR)

O pescador Joaquim Justino, de 39 anos de idade, ficou sem o braço esquerdo, quinta-feira, em consequência do ataque de um jacaré, no rio Cunene, na comuna de Capelongo, município da Matala, na Huíla.

A vítima, que se encontra a receber tratamento no hospital municipal da Matala, disse à Angop que foi surpreendido quando decidiu lavar as mãos depois de ter terminado o trabalho de pesca e atracado a canoa.

“Trabalho há 22 anos como pescador no rio Cunene, mas nunca vi ou assisti um episódio igual. O jacaré só me largou quando introduzi os meus dedos da mão direita nos olhos dele”, contou.

A equipa médica do hospital avançou que o paciente teve muita sorte por ter escado com vida, mas que não corre risco, pois foi submetido a uma intervenção cirúrgica.

Na comuna de Capelongo casos de ataque de jacaré são constantes. Em Dezembro de 2018, registou-se um caso mortal. Nos últimos dois anos conta-se seis ataques fatais de jacarés no curso do rio Cunene, no município da Matala.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »