Portal de Angola
Informação ao minuto

PRS no Huambo reúne com a PGR

O Secretário Provincial do Partido de Renovação Social (PRS), no Huambo, António Soliya Selende, manteve hoje uma audiência com a Procuradora adjunta do Huambo em Representação do Titular da Procuradoria Geral da República naquela província, com o intuito de inteirar-se do andamento do Combate à Corrupção, a relação entre PGR e as autoridades tradicionais (conflitos de julgamentos).

De acordo com o político, “os pontos foram remetidos devido à má governação naquela circunscrição do país, má gestão dos bens Públicos, e pelo facto do Huambo estar em terceiro lugar no raking da corrupção”.

O PRS defende que não haja amnistia dos crimes económicos, e que os autores dos crimes devem pagar por tudo que roubaram. Na mesma senda, falou-se também dos deputados constituídos arguidos. No segundo ponto, acrescentou, tratou-se dos conflitos entre a PGR e os sobas devem-se em função da desvalorização do Poder Tradicional, “Muitos sobas no Huambo queixam-se de não estarem a ser respeitados porque a PGR acusa-os de fazerem julgamentos contra os Direitos Humanos enquanto para eles, na verdade, existem e os seus julgamentos são mais céleres que da PGR”, denunciou, para depois dizer que a PGR tem vindo a soltar criminosos que depois voltam a cometer os mesmos crimes.

“E o mais grave é que estes, quando soltos, ameaçam os sobas de morte, a pretexto de terem sido eles que os denunciaram. E, as vezes chegam mesmo a fazer o que prometem, nomeadamente, mortes, assaltos, violações à mão armada e não só. Mas é importante frisar que, para nós, as respostas não foram satisfatórias. Por este fact, apelamos a PGR a prestar mais atenção a essa franja da sociedade e a fazer devidamente o seu trabalho.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »