Portal de Angola
Informação ao minuto

PCA do BCI está sob termo de identidade

Filomeno Ceita (DR)

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Comércio e Indústria (BCI), Filomeno Ceita, está desde ontem sob termo de identidade e residência, depois de ser ouvido na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP), no caso que envolve o antigo director do Gabinete de Revitalização da Comunicação Institucional e Marketing (GRECIMA), Manuel Rabelais.

De acordo com o JA, com Filomeno Ceita, foi notificado como gestor da conta do GRECIMA, naquela instituição bancária, cujo nome não foi mencionado. A Procuradoria-Geral da República já constituiu arguido o deputado Manuel Rebelais, por haver indícios de factos que constituem “actos de gestão danosa de bens públicos, praticados enquanto director do GRECIMA, entre 2012 e 2017.

Ao deputado Manuel Rebelais foi-lhe aplicada a medida de coação termo de identidade e residência, obrigação de apresentação periódica às autoridades e a interdição da saída do país. Rabelais é indiciado por gestão danosa de bens públicos, além dos crimes de peculato, violação de normas de execução do plano e orçamento e abuso do poder, associação criminosa e corrupção passiva.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »