Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Naturopata apela à maior educação alimentar

Medicamentos naturais (FOTO: GASPAR DOS SANTOS)

Os cidadãos devem ter uma educação sobre os benefícios e consequências que podem surgir dos alimentos que consomem diariamente, apelou, nesta quinta-feira, o naturapata José Nguepe.

Ao intervir no whorskhop subordinado ao tema a convergência entre a medicina natural e a medicina convencional, o especialista referiu que ambas têm um objectivo comum, que é o de salvar vidas, contudo cada uma deve conhecer as suas limitações, escreve a Angop.

Realçou que a falta de uma educação alimentar tem contribuido para o surgimento de diversas patologias, que podem ser evitadas com a mudança do cardápio dos cidadãos.

Na ocasião, frisou que o consumo de produtos importados ao invés dos produzidos no país, aliado a falta de conhecimento sobre os conservantes utilizados e quanto podem ser prejudiciais para a saúde humana, é uma das causas do surgimento de inúmeras patologias.

Por outro lado, sublinhou que os cidadãos têm de ter a consciência que existem patologias como a malária com campo coberto ou cancro em fase terminal ou problema de rins só podem ser curados com a medicina convencional, uma vez que a natural não tem capacidade para tal.

No entanto, realçou que há patologias em que a medicina natural serve de complemento a convencional como nos casos de diabetes, infertilidade e hipertensão.

José Nguepe apelou a uma maior atenção por parte da ministra da Saúde no concernente a visitas de ajuda e controlo, com o objectivo de tomar conhecimento das clínicas de medicina natural que funcionam na legalidade.

Por seu turno, o farmacêutico Wilson Aníbal salientou que há alimentos que são incompatíveis com certos medicamentos, pelo que se deve apostar na educação alimentar das populações.

Informou que no país actualmente funcionam 600 farmacêuticos.

No âmbito do encontro foi inaugurada uma clínica de medicina natural, no Benfica, na qual foram criados 76 novos postos de trabalho.

A nova clínica, com capacidade para 60 camas, das quais actualmente 20 disponíveis, conta com uma piscina para tratamento de pacientes com trombose e sem mobilidade dos membros, saunas, sala de coloterapia, laboratório, entre outros compartimentos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »