Portal de Angola
Informação ao minuto

Honda tenciona fechar fábrica no Reino Unido em 2022

(Reuters)

O construtor automóvel japonês Honda vai fechar a fábrica de Swindon, no Reino Unido em 2022, o que ameaça 3.500 empregos e constitui mais um revés próximo do ‘Brexit’, anunciou hoje a televisão britânica.

O encerramento da fábrica no sudoeste do país foi divulgado pelos canais de televisão Sky News e BBC e confirmado implicitamente pelo deputado conservador da região de Swindon, Justin Tomlison, na sua conta no Twitter citado pelo Notícias ao Minuto que aponta a Lusa como fonte.

Tomlison explicou que foi informado da decisão pela Honda e que a justificação surge no contexto do setor automóvel mundial, não estando relacionada com o ‘Brexit’, saída britânica da União Europeia prevista para 29 de março. O grupo japonês quer reunir a sua produção europeia no Japão em 2021.

Segundo a Sky News, a empresa vai anunciar na terça-feira o encerramento da empresa onde são fabricados mais de 100.000 veículos Honda Civic por ano, 90% dos quais são exportados para a Europa e Estados Unidos.

A decisão de fechar as instalações de Swindon é um novo revés para o Governo britânico que luta por manter a atratividade do país apesar das incertezas sobre o ‘Brexit’ e da preocupação nos meios industriais quanto a uma saída da União Europeia sem acordo.

No início de fevereiro, a Nissan anunciou que desistia de produzir o ‘crossover’ X-Trail na fábrica de Sunderland (nordeste de Inglaterra), indicando indiretamente como motivo o ‘Brexit’.

O construtor britânico Jaguar Land Rover também anunciou no início do ano a supressão de 4.500 empregos e o fabricante norte-americano Ford vai fazer uma redução de mais de mil postos de trabalho no país, no âmbito de uma vasta reestruturação na Europa.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »