Portal de Angola
Informação ao minuto

Bruno Vaidade fala sobre o hit do momento: “Faz o Funge. Já mandei matar a galinha”

Recentemente os artistas Bruno Vaidade e Juju Nigga lançaram o videoclipe da música “Faz o funge. Já mandei matar a galinha”. Em entrevista à Voz da América, Bruno comentou como foi trabalhar junto com Juju Nigga, contou como foi a gravação do videoclipe em Cabinda, e como está sendo a sua readaptação em Angola, já que ele passou os últimos seis anos estudando engenharia de petróleo e gás na cidade de Ivano-Frankivsk, Ucrânia.

O kudurista disse que Juju Nigga é um amigo de infância e que os dois já tinham planos de trabalharem juntos antes de ele voltar a Angola.

“Quando regressei, ele veio até minha casa. Apresentou-me o coro e no príncipio desdenhei. Disse que faz o funge, isso já ficou para trás”, disse citado pela VOA.

Segundo Bruno, Juju Nigga rebateu a afirmação e lembrou a Bruno que era ele que tinha ido embora para outro continente. Essa conversa fez Bruno ficar refletindo por uma semana, e depois mudar de ideia. Não demorou muito e Bruno Vaidade e Juju Nigga estavam trabalhando juntos na rima e o resultado foi “um massacre cerebral”.

Sobre a letra da música, Bruno contou que é uma reeducação musical porque ultimamente os músicos estão optando por falar de imediatismo e não de profissionalismo.

“Aqui em Angola há muita desordem, e cheguei pra meter todos os cantores na ordem”.

O videoclipe de “Faz o Funge. Já mandei matar a galinha” foi gravado em Cabinda, na praia do Mangue Seco, no bairro Amílcar Cabral e no bairro Lombo Lombo.

“Foi um dia memorável. Estou grato pelo povo de Cabinda. O povo deu-me suporte depois de 6 anos. Superou as expectativas.”

O artista explicou que os kuduristas em Angola são tratados com alguma discriminação porque muitos deles têm pouco estudo.

“O povo sofre por falta de conhecimento”. Mas Bruno disse que essa realidade está mudando, porque já há kuduristas formados, e ele é um exemplo disso.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »