Portal de Angola
Informação ao minuto

Portuguesa condenada a sete anos de prisão por abanar bebé até à morte

JN

Leonardo tinha dois anos (DR)

Uma portuguesa de Paços de Ferreira foi condenada a sete anos de prisão por um tribunal de Toulouse (França), por abanar violentamente uma criança de dois anos, levando à sua morte.

O menino, Leonardo, era sobrinho do companheiro de Maria do Céu Guimarães, natural de Modelos, Paços de Ferreira. Fora adotado pelo tio depois de o pai o entregar a uma instituição e foi levado para França.

No dia 1 de abril de 2016, meio ano depois de viver com o casal, foi abanado durante o banho. A própria mãe adotiva, na altura com 24 anos, chamou os socorros, mas Leonardo morreu menos de 24 horas depois, no hospital.

A defesa de Maria do Céu, “perfeitamente inserida e sem antecedentes judiciais”, investiu no facto de a própria ter alertado os serviços para defender que nunca fora sua intenção matar a criança. Agiu num ato isolado de desespero, perante a inabilidade em lidar com um bebé.

A emigrante teve mesmo acompanhamento psiquiátrico durante a detenção. Acabou condenada por “violência conduzindo à morte sem intenção de causá-la”. O Ministério Público pedia 12 anos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »