Portal de Angola
Informação ao minuto

Emiliano Sala morreu devido a graves ferimentos “na cabeça e no tronco”

O jogador estava com receio das condições do avião (DR)

A informação está a ser avançada por vários meios de comunicação britânicos citando informações cedidas pelo médico legista que analisou o corpo do jogador argentino após ser retirado do mar, escreve o Notícias ao Minuto.

O jogador Emiliano Sala morreu, no passado dia 21 de janeiro, na sequência de um acidente com o avião que o transportava rumo a Inglaterra, onde tinha assinado com o Cardiff.

Avança o jornal METRO que Sala terá morrido devido a graves ferimentos na cabeça e no tronco. Aliás, de acordo com o médico legista que analisou o corpo, o reconhecimento do mesmo terá sido feito com recurso a impressões digitais.

Depois de suspensas as buscas, a família de Sala lançou um apelo para que fossem retomadas e, a verdade, é que acabaram por dar resultados ao fim de pouco tempo.

O aparelho onde Sala e o piloto seguiam foi encontrado a 63 metros de profundidade no Canal da Mancha, numa zona com correntes muito fortes, e localizado um corpo que, na passada quinta-feira, se confirmou ser do jogador argentino.

Os destroços e o corpo de Sala foram levados para terra em Portland, razão pela qual o inquérito está a decorrer em Dorset. Citado pelo METRO, o médico legista de Dorset, Ian Parry, revelou que o corpo foi identificado recorrendo a impressões digitais, tendo a autópsia confirmado depois a causa da morte: “Graves ferimentos na cabeça e no tronco”.

O jogador argentino, recorde-se, morreu na sequência de um acidente quando viajava de Nantes para Cardiff numa aeronave leve, pilotada pelo piloto David Ibbotson, e que caiu ao mar ao largo de Guernsey. O corpo do piloto ainda não foi encontrado.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »